Ampliar imagem | Tamanho original
O objetivo do cliente era simples: viver numa pequena casa, num pequeno lote, a um preço razoável. O orçamento se fixou em € 75.000. E surgiu o questionamento de se é possível reciclar a tipologia, morfologia e a decoração da arquitetura rural eslovaca. Há certos princípios codificados na arquitetura popular tradicional, verificados por anos que seguem relevantes, especialmente no contexto da necessidade de reduzir nossa pegada ecológica e o desperdício de energia. Maior nem sempre é o melhor.  As edificações simples não lutam com a natureza, se convertem em parte dela. Foram construídas com materiais locais - madeira, argila e palha para nomear alguns poucos -, facilmente disponíveis e não necessitam um processo de transporte complicado. As janelas não possuem um desempenho tão bom quanto na atualidade, pois se mantiveram bem menores. Um pórtico sob o teto, chamado "gánok" era parte tradicional da casa e garantia o contato com o ambiente exterior, inclusive durante o inverno. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar