Ampliar imagem | Tamanho original
Após uma primeira visita, no final de 2010, ao que havia sido "A RESIDÊNCIA GLEASON" e encontrar o que encontramos ali, fomos invadidos por um sentimento de frustração e tristeza diante do futuro desse patrimônio arquitetônico da cidade de Guadalajara. Uma propriedade degradada, negligenciada, tratada sem o menor respeito e, em um processo explicito de desaparecimento, longe da mão de Deus, e muito mais longe da do "homem culto". Esse sentimento de frustração foi se transformando em um desafio, em um novo sentimento de esperança, porque o que vimos naquele momento é o comum denominador de centenas de residências e prédios dentro do centro histórico da nossa cidade, o desafio era e é, a criatividade em todos os sentidos, nos diálogos com as autoridades, na proposta arquitetônica, técnica e econômica; seria necessário demostrar que é possível trabalhar respeitando o existente, o recuperável ou que está se extinguindo.  Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar