Ampliar imagem | Tamanho original
Os visitantes da Bienal de KOBE 2013 tiveram a oportunidade de experienciar a mágica de um caleidoscópio de uma forma completamente nova graças a instalação premiada de Saya Miyazaki e Masakazu Shirane. A instalação psicodélica foi projetada para o Art Container Contest, que desafiava os participantes a criarem ambientes diversos dentro do volume de um contêiner. Ao passo que os visitantes percorriam a instalação, se tornavam participantes ativos - não apenas observadores passivos - da mudança constante do caleidoscópio. Mais informações e imagens a seguir. A proposta de Miyazakis e Shirane foi materializada através da combinação de métodos de projeto computacional e fabricação a laser. Os planos rígidos da instalação foram conectados através de zíperes - um dispositivo geralmente utilizado em tecidos - para simplificar a montagem, desmontagem e possíveis alterações. A dupla optou por essa forma de conexão, e pelo próprio conceito de caleidoscópio, pois acredita que a arquitetura de hoje deve ser fluida e adaptável.  Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar