Ampliar imagem | Tamanho original
A expansão do Museu de Arte Nelson Atkins combina arquitetura com a paisagem para criar uma arquitetura experimental que se desdobra para os visitantes, uma vez que é percebida pelo movimento de cada indivíduo através do espaço e do tempo. O novo anexo, chamado de Edifício Bloch, envolve o Jardim de Esculturas existente, transformando todo o terreno do museu em um recinto para a experiência do visitante. O novo anexo se estende ao longo da borda oriental do campus e distingue-se por cinco lentes de vidro, atravessando a partir do edifício existente através do Jardim de Esculturas para formar novos espaços e ângulos de visão. A fusão inovadora de paisagem, arquitetura e arte foi executada através de uma estreita colaboração com curadores de museus e artistas, para conseguir uma relação dinâmica e solidária entre arte e arquitetura. Enquanto os visitantes se movem através do novo anexo, eles experimentam um fluxo entre a luz, arte, arquitetura e paisagem, com vistas a partir de um nível para outro, de dentro para fora. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar