Ampliar imagem | Tamanho original
O projeto se localiza em uma das áreas de maior crescimento ao sul da cidade de Puebla, em Lomas de Angelópolis, México. A inclinação natural do terreno foi determinante para a proposta, que consiste em dois volumes cúbicos rotacionados que se conectam através de uma ponte. Esta separação se reflete em dois aspectos: o isolamento o cubo de serviço daquele que abriga os quartos; e a hierarquização do acesso principal. Ao dividir os volumes, os dois primeiros níveis e o acesso servem como espaços públicos, aproveitando os pontos de vista e a orientação solar. Enquanto isso, os espaços privados se desenvolvem no térreo, onde os dormitórios e espaços familiares se abrem para um grande jardim, permitindo criar o seu próprio ambiente. A estrutura foi resolvida quase totalmente em aço, que, juntamente com a madeira e vidro, forma o esqueleto aparente da casa. Para as fachadas, foi proposta uma pele que cerca o volume, permitindo que a luz solar entre e destacando as perspectivas a partir do interior. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar