Ampliar imagem | Tamanho original
O projeto de Can Feliç nos oferece a oportunidade de investigar sobre os conceitos do único e do múltiplo, do igual e do diferente, como forma de aprofundar-nos no conhecimento das relações humanas que se estabelecem entre indivíduo e sociedade. Como método de trabalho se parte do princípio da Arquitetura Aditiva enunciado em 1970 por Jørn Utzon, "uma nova expressão arquitetônica com os mesmos atributos e efeitos que se obtém, por exemplo, ao adicionar mais árvores a um bosque, mais cervos a uma manada, mais pedras a uma praia..” Cada grupo de oito crianças forma uma pequena família e a cada uma delas se atribui um espaço independente, uma casa. Todas são iguais e ao mesmo tempo são diferentes pela sua posição em relação ao sol, as vistas e a relação com seus vizinhos. Em seu conjunto formam uma comunidade que se reúne entorno do espaço central, um lugar comum como um pátio coberto onde dividir experiências, uma casa pátio. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar