Ampliar imagem | Tamanho original
Dois cilindros interseccionados abrigam uma residência e um estúdio de arquitetura. O primeiro, ligeiramente mais baixo que o outro, recebe a fachada de entrada: um grande pano de vidro que corta o volume cilíndrico. O segundo, posterior ao primeiro, cria a fachada emblemática da casa: uma composição de janelas hexagonais na parede curva de tijolos. As cerca de 60 aberturas são resultado direto da estrutura utilizada. Uma estrutura que remete a um favo de mel construída com tijolo local –sistema semelhante ao método iniciado por Vladimir Shukhov em 1896 com metal. Método que garante o uso mínimo de material, assegurando uma estrutura eficiente e rígida. Sem a necessidade de qualquer tipo de quadro, as aberturas hexagonais compõe a fachada e iluminam abundantemente o interior. O espaço interior é livre de elementos estruturais, já que a estrutura perimetral recebe todas as cargas da construção, além de um sistema de revestimento de reforço com pranchas de madeira. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar