Ampliar imagem | Tamanho original
Dos arquitetos. A ideia de uma arquitectura vernácula (esquecida) e da forma como ela procura formar um discurso claro entre a paisagem e as necessidades programáticas é algo que sempre admiramos.  Um bom exemplo deste discurso, são as estruturas de apoio à agricultura (normalmente com função de celeiros/espigueiros), que de uma forma mais ou menos aleatória iam pontuando a paisagem rural, como blocos de aparência efémera que levitavam sobre o solo.  É precisamente esta ideia de “leveza gravítica”que nos fascina e na qual assenta o conceito deste projecto. Genericamente, a proposta apresenta uma tripartição segundo os elementos vernáculos, a Base, com uma imagem de monobloco estático e megalítico, onde se encerram as funções de serviço da casa.  A zona de Pilotis, identificado com os programas mais públicos da habitação, que explora a relação visual e física com o exterior, através dos enormes vãos de vidro que transmitem a ideia de leveza e fraqueza estrutural pretendidas. e por fim o Bloco geométrico que parece “gravitar”, onde se situam os espaços privados da habitação. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar