Ampliar imagem | Tamanho original
Situada numa aldeia, nas proximidades da vila de Ansião, encontra-se uma capela que depois de abandonada e maltratada, continua a dar provas da sua solidez. Embora continuasse a ser consumida pelo tempo descansava em silêncio, à espera de uma garantia da sua manutenção, o uso. Encontrava-se em avançado estado de degradação. Contudo ao longo dos tempos surgirem algumas intervenções que danificaram a vivencia da capela e a sua condição estrutural. Após uma análise profunda dos antecedentes da capela, registos antecedentes e vivências dos antigos habitantes, o projeto iniciado em 2010, pela primeira vez na sua história, afetava a totalidade do edifício. Processo complexo a que se somaram e se sobreposeram as atividades de restauração, reabilitação e restauração.  Propunha-se retribuir o conforto ausente no espaço, atribuir-lhe um carácter de permanência. Através de um conjunto de intervenções que pretendia trazer coerência interna a todo o conjunto das operações previstas no edifício na consideração da memória da capela. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar