Ampliar imagem | Tamanho original
O castelo de Cala é uma das fortificações medievais da região serrana de Huelva; e o estado inicial de ruína levantava várias questões sobre determinados aspectos construtivos e funcionais. A intervenção passa pela valorização do conjunto monumental, através de sua recuperação volumétrico-espacial e a reparação dos danos, entendendo-o como um elemento patrimonial inserido na "paisagem cultural" que, portanto, deve ser tratado a partir de parâmetros relativos a sua atuação nela. Para tanto, foram levados em conta critérios baseados na Carta de Cracóvia de 2000, consequência da multiplicidade de textos, determinações e debates que, desde a Carta do Restauro, foram convergindo sob a perspectiva altamente não ortodoxa que pressupõe qualquer pensamento ou ação no campo arquitetônico do patrimônio. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar