Ampliar imagem | Tamanho original
A arquitetura desta casa, com fins de residência permanente e local de guarda e exposição de um vasto acervo de obras de arte, tem um partido abstrato e escultórico, proposto pelos arquitetos em direção às intenções demonstradas pelo cliente.  Uma variedade de ambiências, gerada por espaços com diferentes gradações de aberturas e fechamentos em relação à paisagem, origina lugares específicos para a futura ocupação com as obras de arte e, ao mesmo tempo, promove diferentes percepções da natureza do entorno e dos limites da cidade de Belo Horizonte a partir da casa.  A composição arquitetônica organiza-se a pela interseção de dois elementos básicos: um bloco retangular longitudinal, paralelo à via de acesso e assentado ao longo das curvas de nível do terreno, e um volume triangular elevado do solo por uma sucessão de delgados pilares metálicos.   Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar