Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Patrimônio Histórico

Patrimônio Histórico: O mais recente de arquitetura e notícia

Recife sediará a exposição "ReUso na Holanda: Reciclagem de Patrimônio Histórico"

No próximo dia 03 de junho, será inaugurada na sede do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em Pernambuco (Iphan-PE) a exposição ReUso na Holanda: Reciclagem de Patrimônio Histórico, que pretende lançar um olhar sobre como os Países Baixos intervêm no patrimônio cultural edificado.

Conjunto Moderno da Pampulha a um passo de se tornar Patrimônio Mundial

Projetado em 1940 em torno de um lago artificial, o Conjunto Moderno da Pampulha, em Belo Horizonte - MG, teve seu dossiê de candidatura a Patrimônio Mundial da UNESCO aprovado. A notícia chegou ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) nesta semana. O conjunto conta com obras de Oscar Niemeyer, jardins criados por Roberto Burle Marx, painéis de Cândido Portinari e esculturas de Alfredo Ceschiatti.

Álvaro Siza restaura entorno do Convento do Carmo em Lisboa

Atingido por um incêndio em 1988, o bairro do Chiado, em Lisboa, teve boa parte de seus edifício danificada ou parcialmente destruída pelas chamas e passa, há mais de uma década, por um intenso projeto de restauração e recuperação liderada por ninguém menos que Álvaro Siza.

Dentre as estratégias empregadas pelo Pritzker português, apresentadas originalmente em 1989, está a reorganização dos percursos peatonais e a criação de passarelas elevadas que visam facilitar o acesso e o fluxo dos moradores e visitantes. Segundo a Câmara Municipal de Lisboa, Siza concluiu recentemente a ligação entre um dos pátios do Convento do Carmo (Pátio B) ao Largo do Carmo e aos Terraços do Carmo através de um percurso para pedestres.

via Câmara Municipal de Lisboa via Câmara Municipal de Lisboa via Câmara Municipal de Lisboa via Câmara Municipal de Lisboa + 8

1ª Jornada do Patrimônio abre as portas de diversos edifícios de São Paulo neste final de semana

Nos dias 12 e 13 de dezembro de 2015, a Secretaria Municipal de Cultura e o Departamento do Patrimônio Histórico farão um convite especial a paulistanos e turistas: a oportunidade de reconhecer seu patrimônio histórico, artístico e cultural, distribuído por diversos pontos da cidade. Neste fim de semana, será realizada a primeira Jornada do Patrimônio paulistana, nos moldes do que já ocorre em diversos países, como as Journées du Patrimoine na França e o Open House em Nova Iorque, Lisboa, Porto e outras cidades.

Clássicos da Arquitetura: Solar do Unhão / Lina Bo Bardi

© Manuel Sá © Manuel Sá © Manuel Sá © Manuel Sá + 7

Há coisas que não podem ser vistas até que sejam ditas. Por exemplo, que o pilar roliço central de pau d’arco seja recortado em nichos de cinco centímetros de profundidade para receber e apoiar as faces dos degraus de ipê amarelo tangentes ao raio do pilar; e que também existam peças de altura igual ao espaçamento entre degraus –dez centímetros e dois milímetros–, engastadas no mesmo pilar, que ampliam a base de apoio dos degraus. Ou que as vigas perimetrais inclinadas, que formam uma hélice dextrogira de sete segmentos retos, se encaixem duas a duas à meia madeira em suas extremidades; e que também sejam parafusadas nas faces internas dos pilares preexistentes.

UNESCO lança publicações sobre sítios arqueológicos e patrimônios mundial e imaterial no Brasil

Um livro pode nos levar a lugares longínquos, nos causar diferentes sensações e possibilitar variadas descobertas. Quando se une essa capacidade à vontade de viajar e conhecer belos lugares e que tenham valor extraordinário para a humanidade, a curiosidade é geral.

Duas publicações produzidas em coedição pelo escritório da UNESCO no Brasil e a Editora Brasileira e que priorizam as imagens – acompanhadas por breves textos (em português e em inglês) – reforçam o prazer das muitas viagens que começam nas páginas de um livro.

Sesc Pompéia de Lina Bo Bardi é tombado pelo IPHAN

O famoso conjunto do Sesc Pompéia, projeto de requalificação de uma antiga fábrica de tambores liderado pela arquiteta ítalo-brasileira Lina Bo Bardi, foi, nesta quinta-feira, incluído na lista de edifícios tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Os edifícios, já protegidos pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo (Conpresp), entram agora para a lista de obras protegidas em âmbito nacional, tendo sido aprovados unanimemente pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural.

Exposição “Visões do Alhambra” mostra intervenção de Álvaro Siza em monumento histórico de Granada

Álvaro Siza e o espanhol Juan Domingo Santos exibem seu projeto para o Alhambra, monumento da última ocupação muçulmana na península ibérica, na exposição Visões do Alhambra, que acontece em Granada, Espanha, até o dia 19 de abril.

Exposição "Canteiro Aberto" – Igreja de São Francisco da Prainha, no Rio de Janeiro

Construída em 1696, a Igreja de São Francisco da Prainha está em processo de restauração pelo Programa Porto Maravilha Cultural. A igreja, que sobreviveu às invasões francesas, em 1710, é tombada pelo Instituto de Patrimônio Histórico Nacional (Iphan) como Patrimônio Artístico. Para que todos possam conhecer mais sobre essa construção, durante todos os fins de semana dos meses de junho e julho, das 10h às 16h, o canteiro de obras estará livre para visitação. A exposição chamada “Canteiro Aberto” traz detalhes do processo de recuperação do imóvel, que estava fechado desde 2004, por problemas de conservação.

Um dos pontos mais interessantes sobre a visitação da Igreja é que os guias são os próprios operários, que tirarão as dúvidas dos visitantes. Além disso, o visitante terá a oportunidade de viver um pouco do que foi a atividade religiosa na igreja: serão projetadas no telão, no centro do altar principal, fotos cedidas por moradores que mostram a vida na Igreja de outrora. A visitação acontecerá aos sábados e domingos e a entrada é franca.

Unesco indica três conjuntos brasileiros para Patrimônio Mundial

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) aprovou recentemente a inserção de três novos bens brasileiros na Lista Indicativa do Patrimônio Mundial. A partir de agora, o sítio arqueológico do antigo Cais do Valongo, no Rio de Janeiro, a Vila Ferroviária de Paranapiacaba, em Santo André - SP, e o Ver-o-Peso, em Belém - PA, poderão ser avaliados e, quiçá, receber o título de Patrimônio Mundial.

Após 18 anos sem atualizações, a lista indicativa do Brasil passa a ter 18 bens, classificados como naturais, culturais e mistos.

Restauro da Vila de Paranapiacaba terá início no segundo semestre deste ano

Contemplado com financiamento do PAC Cidades Históricas, o restauro da Vila de Paranapiacaba, em Santo André - SP, terá início no segundo semestre deste ano.Dos 44 municípios, a Vila receberá o maior número de intervenções: R$ 42,4 milhões do governo federal que serão empregados quase integralmente no restauro de 100% das casas de madeira da vila.

Ao todo, serão 250 intervenções, o que requer um extenso detalhamento de projeto, como lembra o secretário de Gestão de Recursos Naturais de Paranapiacaba e Parque Andreense, Ricardo Di Giorgio.

Especulação imobiliária ameaça o futuro de lojas em edifícios históricos no Rio de Janeiro

O aumento nos preços dos aluguéis tem complicado a situação de lojas históricas tradicionais na rua da Carioca, no Rio de Janeiro, que configura uma quadra tombada no centro da cidade. Dentre os edifícios preservados que permanecem em uso estão casarões do século XIX.

Rio de Janeiro receberá incentivo oficial para salvar seus imóveis das ruínas

A prefeitura do Rio de Janeiro lançará no próximo mês dois editais que buscam incentivar o restauro de imóveis na cidade, sendo que um deles será voltado para bens preservados e tombados e o outro será destinado para construções municipais.

Exposição: "Patrimônio Paulista: Litoral e Vale do Paraíba"

Imagem do livro "Patrimônio Paulista: Litoral e Vale do Paraíba" de Margarida Cintra Gordinho - Fotografia de Iatã Cannabrava
Imagem do livro "Patrimônio Paulista: Litoral e Vale do Paraíba" de Margarida Cintra Gordinho - Fotografia de Iatã Cannabrava

O Museu da Casa Brasileira e SISEM-SP levam a Taubaté exposição sobre bens tombados no Litoral Paulista e no Vale do Paraíba.

A partir de 16 de março, a cidade de Taubaté receberá a exposição “Patrimônio Paulista: Litoral e Vale do Paraíba”, acerca do patrimônio histórico das cidades da região tombado pelo Condephaat - Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico. Na ocasião, será apresentado um recorte do que foi exibido na mostra original, realizada em 2012 no Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria de Estado da Cultura. A itinerância acontece por meio da parceria com o SISEM-SP (Sistema Estadual de Museus) e com o apoio da Prefeitura de Taubaté no Museu histórico, folclórico e pedagógico Monteiro Lobato.

Conselho Municipal do Patrimônio diz ser contra condomínios fechados em São Paulo

A arquiteta Nádia Somekh, nova diretora do Departamento do Patrimônio Histórico e nova presidente do Conpresp (Conselho Municipal do Patrimônio), declara que os chamados "condomínios-clubes" e os "condomínios-bairros" terão dificuldades para serem aprovados em São Paulo.

Centro Interpretativo da Paisagem da Vinha / SAMI-arquitectos

© Fernando Guerra | FG+SG © Fernando Guerra | FG+SG © Fernando Guerra | FG+SG © Fernando Guerra | FG+SG + 20