Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Patrik Schumacher

Patrik Schumacher: O mais recente de arquitetura e notícia

Zaha Hadid Architects cria uma instalação digital para Samsung na Semana de Design de Milão

14:00 - 17 Abril, 2017
Zaha Hadid Architects cria uma instalação digital para Samsung na Semana de Design de Milão, © Luke Hayes. Cortesia de Zaha Hadid Architects
© Luke Hayes. Cortesia de Zaha Hadid Architects

Zaha Hadid Architects colaborou com a Samsung e o coletivo de arte digital e design Universal Everything para criar uma instalação tecnológica imersiva na Semana de Design de Milão deste ano. O pavilhão foi apresentado com o novo smartphone Galaxy S8 da Samsung, chegando aos visitantes através de um ambiente inspirado no dispositivo.

© Luke Hayes. Cortesia de Zaha Hadid Architects © Luke Hayes. Cortesia de Zaha Hadid Architects © Luke Hayes. Cortesia de Zaha Hadid Architects © Luke Hayes. Cortesia de Zaha Hadid Architects + 4

Zaha Hadid: Uma homenagem de Patrik Schumacher

07:00 - 31 Março, 2017
Zaha Hadid: Uma homenagem de Patrik Schumacher, © José Tomás Franco
© José Tomás Franco

Foi em 1988, na Tate Gallery de Londres, durante a conferência de Deconstructivism realizada antes da exposição homônima do MoMA, que eu encontrei Zaha Hadid pessoalmente. Ela estava dando palestras entre seis co-expositores: Peter Eisenman, Rem Koolhaas, Frank Gehry, Wolf Prix, Bernard Tschumi e Daniel Libeskind. Eu havia encontrado seu trabalho alguns anos antes, quando era estudante de arquitetura (na Universidade de Stuttgart) e fiquei impressionado pelo grau de liberdade composicional, versatilidade e dinamismo em seu trabalho. Até então eu não tinha tido tanta certeza se a arquitetura era uma boa escolha de carreira para mim. Eu estava um pouco displicente e aborrecido com a arquitetura, mas, depois do meu encontro com o incrível trabalho de Zaha, a arquitetura inesperadamente se transformou em uma aventura. Os limites das possibilidades arquitetônicas haviam mudado. Trinta anos depois, a aventura continua. Zaha mudou nosso campo e mudou tudo para mim.

Zaha Hadid deixa fortuna de £67 milhões

10:00 - 19 Janeiro, 2017
Zaha Hadid deixa fortuna de £67 milhões, Dama Zaha Hadid. Imagem © Brigitte Lacombe
Dama Zaha Hadid. Imagem © Brigitte Lacombe

De acordo com os jornais The Guardian e Architects' Journal, o testamento de Zaha Hadid - que faleceu em março do ano passado, aos 65 anos - revela que a Dama do Império Britânico e Diretora do escritório Zaha Hadid Architects tinha uma fortuna líquida de £67,249,458 (aproximadamente R$ 267,5 milhões). A cifra será dividida em quantias menores para sobrinhas e sobrinhos (£1.7 milhão), seu irmão Haytham Hadid (£0.5 milhão) e seu sócio Patrik Schumacher (£0.5 milhão). Hadid não era casada e também não tinha filhos.

Zaha Hadid Architects responde ao "Manifesto de Política Urbana" de Patrik Schumacher

15:00 - 30 Novembro, 2016
Zaha Hadid Architects responde ao "Manifesto de Política Urbana" de Patrik Schumacher, Cortesia de ZHA
Cortesia de ZHA

No dia 17 de novembro, no Festival Mundial de Arquitetura em Berlim, Patrik Schumacher fez uma palestra em que expôs sua visão de como lidar com a crise habitacional em Londres. Dada a bem conhecida tendência de Schumacher para a economia neoliberal, talvez não tenha surpreendido que seu plano incluísse uma série de ideias muito controversas, como a eliminação de todas as formas de planejamento e habitação social e a privatização de todo o espaço público - com destaque para o Hyde Park como uma oportunidade particularmente interessante.

Embora ArchDaily estivesse presente na palestra, optamos por não cobrir o discurso de Schumacher, primeiro, porque não apresentava nenhuma opinião valiosa para a arquitetura e segundo porque as vaias da plateia cobriam boa parte do que Schumacher dizia. No entanto, a notícia foi logo publicada por uma série de outras mídias especializadas, incluindo o Dezeen; como resultado, o discurso de Schumacher virou notícia no London Evening Standard e trouxe uma resposta do Prefeito de Londres, Sadiq Khan, que disse que as ideias de Schumacher "não tinham tato" e estavam "completamente erradas". A polêmica faz com que o escritório Zaha Hadid Architects (do qual Patrik Schumacher é sócio) publicasse uma carta aberta em reposta à visão do arquiteto.

Peter Cook e Patrik Schumacher confirmados para as palestras do WAF 2016

15:00 - 16 Agosto, 2016
Peter Cook e Patrik Schumacher confirmados para as palestras do WAF 2016, via World Architecture Festival
via World Architecture Festival

O programa da edição deste ano do World Architecture Festival (WAF) foi divulgado. Marcado para os dias 16, 17 e 18 de novembro na Arena Berlin, na capital alemã, o festival contará com 3 dias e 4 noites de eventos, incluindo conferências, palestras, seminários, passeios pela cidade e oportunidades de estabelecer contatos com profissionais de todas as partes do mundo, além da apresentação ao vivo dos 411 projetos finalistas do 2016 WAF Awards. Entre os arquitetos confirmados para as palestras estão Patrik Schumacher, Ole Scheeren e Peter Cook.

O tema deste ano é "Habitação para Todos". Inspiradas na variedade de influências, sobretudo em relação a comunidades deslocadas ou refugiados, as palestras terão como foco "o crescente entendimento de como a demografia e a urbanização global estão forçando uma mudança; e os imperativos de, por um lado, criar abrigo, e por outro, autossuficiência de investimentos." 

Críticos comentam a Bienal de Arquitetura de Chicago

07:00 - 11 Novembro, 2015
Imagem de Chicago do ensaio fotográfico de Iwan Baan. Imagem © Iwan Baan
Imagem de Chicago do ensaio fotográfico de Iwan Baan. Imagem © Iwan Baan

Na semana retrasada, a Bienal de Arquitetura de Chicago abriu para mais de 31.000 visitantes e com muito alarde, por uma boa razão - trata-se do maior evento de arquitetura no continente desde a Exposição Universal de 1893 , com mais de cem expositores de mais de trinta países. Com um tema tão ambíguo como "O Estado da Arte da Arquitetura", e com a esperança de fazer a bienal, de acordo com diretores Joseph Grima e Sarah Herda, "um espaço de debate, diálogo e de produção de novas idéias", o evento certamente geraria opiniões igualmente abrangentes. Leia mais para descobrir o que os críticos têm a dizer sobre a Bienal.

Design Liberland: Concurso para o masterplan de uma nova nação europeia

21:00 - 25 Outubro, 2015
Design Liberland: Concurso para o masterplan de uma nova nação europeia, Bandeira de Liberland. Imagem © Liberland
Bandeira de Liberland. Imagem © Liberland

Em abril, o "terceiro menor estado soberano" do mundo foi fundado: Liberland. Estabelecido em uma pequena porção de terra em função de uma disputa de fronteiras entre a Croácia e a Sérvia, o novo país fundado sobre os princípios do libertarianismo está atualmente lutando por reconhecimento internacional. Apesar destes desafios, a micro-nação europeia está buscando ideias através de um concurso mundial de projetos para o masterplan de seu território de sete quilômetros quadrados. Patrik Schumacher, do escritório Zaha Hadid Architects, é um dos muitos especialistas convidados a avaliar as propostas enviadas.

"Em vez de esquemas puramente fantásticos ou artísticos, Liberland busca propostas radicalmente criativas, porém maduras, para uma cidade-nação de alta densidade do século XXI, responsiva à sua rede social contemporânea avançada", afirma o edital do concurso.

Patrik Schumacher: "A denúncia dos ícones e estrelas da arquitetura é superficial e ignorante"

15:00 - 17 Abril, 2015
Patrik Schumacher: "A denúncia dos ícones e estrelas da arquitetura é superficial e ignorante", Heydar Aliyev Center de Zaha Hadid Architects. Imagem © Hufton + Crow
Heydar Aliyev Center de Zaha Hadid Architects. Imagem © Hufton + Crow

Em sua última postagem provocativa no Facebook, Patrik Schumacher se manifestou em defesa dos projetos icônicos e dos "arquitetos estrelas", argumentando que a tendência atual de críticas é "superficial e ignorante" e "fácil por demais, perdendo, na verdade, o ponto em questão".

Schumacher diz que os críticos "deveriam, talvez, diminuir um pouco seu (pré)julgamento e refletir sobre seu papel como mediadores entre o discurso da arquitetura e o interesse público". Em seu post de 1.400 palavras, o arquiteto diz que os chamados ícones e o star system são resultados inevitáveis dessa mediação, acrescentando que "a explicação, em vez da rejeição, deveria ser vista como a tarefa do crítico."

Leia, a seguir, alguns trechos do argumento de Schumacher.

Ban vs. Schumacher: Os arquitetos deveriam assumir responsabilidades sociais?

20:00 - 13 Abril, 2014
Ban vs. Schumacher: Os arquitetos deveriam assumir responsabilidades sociais?, Guangzhou Opera House, Zaha Hadid Architects. Image ©  Iwan Baan
Guangzhou Opera House, Zaha Hadid Architects. Image © Iwan Baan

Recentemente, Patrik Schumacher, o braço direito de Zaha Hadid, tentou impor os limites da arquitetura em um post no Facebook digno de um Millenial. O tom era prescritivo e caracterizado por uma aplicação liberal do caps lock . Em um mundo ideal, poderia ter sido ignorado coletivamente, mas a discussão se estendeu por vários segmentos do Facebook e inspirou uma resposta da mídia. Aqui está um resumo: a contribuição da arquitetura para a sociedade é a forma, não o politicamente correto e não a arte, que não tem uma função para além de si. Com mais que apenas uma pitada de indignação, ele denuncia especificamente os vencedores da Bienal de Veneza 2012. Ele não estava na lista. Egos feridos à parte, o comentário abriu espaço para uma questão profunda e onipresente dentro da nossa disciplina: O que os arquitetos oferecem que ninguém mais pode oferecer?

Bienal de Veneza 2012: " Arum" - Zaha Hadid Architects

15:00 - 5 Setembro, 2012
Bienal de Veneza 2012: " Arum" - Zaha Hadid Architects, © Nico Saieh
© Nico Saieh