1. ArchDaily
  2. Onu

Onu: O mais recente de arquitetura e notícia

Shigeru Ban projetará 20 mil novas habitações para refugiados no Quênia

O arquiteto Shigeru Ban assinou recentemente um acordo com a UN-Habitat - a agência das Nações Unidas encarregada de orientar o desenvolvimento sustentável - para projetar 20 mil novas habitações para refugiados no assentamento de Kalobeyei, no Quênia. Atualmente lar de mais de 37 mil refugiados, o assentamento em breve ultrapassará sua capacidade original de 45 mil - mais de 17 mil chegaram apenas este ano.

"O principal será projetar e construir um abrigo onde não seja necessária nenhuma supervisão técnica, usando materiais disponíveis nos arredores e ecológicos. É importante que as casas possam ser facilmente mantidas pelos habitantes ".

Plano Diretor da cidade de São Paulo vence prêmio de agência da ONU

Após analisar 146 candidaturas de 16 países, o comitê de avaliação da Convocação Pública de Práticas Inovadoras da Nova Agenda Urbana selecionou quatro projetos vencedores do Brasil, Costa Rica, Equador e Porto Rico.

O concurso é uma iniciativa conjunta de ONU-Habitat, rede Marcociudades, Federação Latino-Americana de Cidades, Municípios e Associações Municipalistas (FLACMA), governo da Espanha e Fórum Ibero-Americano de Melhores Práticas.

Programa da ONU ajudará Alagoas a desenvolver projetos de urbanismo

O Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-HABITAT) ajudará o governo de Alagoas na elaboração de estudos técnicos para a implementação de projetos de urbanismo e desenvolvimento social. A cooperação é fruto de um acordo firmado no início do mês (6), quando representantes da agência da ONU visitaram o estado para a inauguração de obras públicas.

Em Maceió, o diretor do ONU-HABITAT para América Latina e Caribe, Elkin Velásquez, conheceu a comunidade de Grota do Iraci, onde cinco escadas foram construídas e outras duas foram reformadas para facilitar o deslocamento da população local. Também foram instalados 500 metros de corrimãos e cinco pontes para pedestres. Trinta e quatro residências foram pintadas.

Chamada pública reconhecerá projetos que se inspiram na Nova Agenda Urbana

Reconhecimento busca difundir experiências de sucesso e inspirar outras organizações da América Latina e o Caribe a abraçarem as orientações deste pacto global. Adotada em outubro de 2016, a Nova Agenda Urbana define os passos para garantir a urbanização sustentável nos próximos 20 anos.

ONU destaca papel do transporte para a sustentabilidade e faz dez recomendações

“Transporte não é uma finalidade em si, mas sim um meio que permite às pessoas acesso a qualquer necessidade: emprego, mercados e bens, interação social, educação e uma série de outros serviços que contribuem para vidas saudáveis e plenas.” Essa é a importância que o transporte detém no contexto urbano e é reconhecida pelas Nações Unidas em seu recém-lançado relatório intitulado “Mobilizando o Transporte Sustentável pelo Desenvolvimento”. O documento tem o objetivo de fornecer orientações sobre o transporte sustentável que os países devem seguir até 2030.

De acordo com o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, o setor de transporte ainda não recebe o reconhecimento adequado em relação à contribuição que tem a dar no combate às mudanças climáticas. Para mudar esse entendimento, a organização reuniu uma comissão de 16 especialistas da área para reunir diretrizes que podem auxiliar no cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e do Acordo de Paris.

© Mariana Gil/WRI Brasil Cidades Sustentáveis
© Mariana Gil/WRI Brasil Cidades Sustentáveis

ONU-Habitat publica em português documentos sobre desenvolvimento urbano

Com o apoio de voluntários online da ONU, o Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-HABITAT) no Brasil coordenou a tradução para o português dos documentos temáticos da Terceira Conferência sobre Habitação e Desenvolvimento Urbano Sustentável, também conhecida como Habitat III.

O evento – que teve início no dia 17 e acontece até 20 de outubro em Quito, no Equador – vai reunir representantes dos Estados-membros para a elaboração de uma nova agenda urbana para o mundo.

Inscrições abertas: Diplomacia Civil seleciona delegação para conferência da ONU

O programa Diplomacia Civil, iniciativa do Instituto Global Attitude, está selecionando a sua próxima delegação da sociedade civil para participar do Habitat III, evento promovido pelo Programa da ONU para Assentamentos Humanos (UN-Habitat) a ser realizado de 16 a 21 de outubro em Quito, Equador.

Aberto para jovens de 18 a 30 anos de qualquer grau de formação, serão selecionados até 10 candidatos, os quais contarão com workshops preparatórios e uma agenda de reuniões exclusiva, agendada pelo Diplomacia Civil.

17 obras de Le Corbusier são incluídas na lista do Patrimônio Mundial da Humanidade da UNESCO

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) acaba de qualificar 17 obras de Le Corbusier espalhadas em 7 países como Patrimônio Mundial da Humanidade. Concedida a sítios de especial importância cultural ou física, a nomeação ajudará a proteger e preservar os edifícios para as futuras gerações. Citando a inventiva linguagem arquitetônica de Le Corbusier, a UNESCO elogiou a série de projetos por "[refletirem] as soluções que o movimento moderno buscou aplicar durante o século XX ao desafio de inventar novas técnicas arquitetônicas que respondessem às necessidades da sociedade."

"A inscrição na Lista do Patrimônio Mundial dos 17 edifícios de Le Corbusier representa um grande incentivo para continuar a rever toda a obra construída de Le Corbusier, mantendo este patrimônio vivo para as futuras gerações", comentou Antoine Picon, Presidente da Fundação Le Corbusier, em um comunicado de imprensa. "Esta nomeação também contribui para a compreensão  deste complexo e frágil legado, além de ajudar em sua disseminação para um público mais amplo."

Veja a segui a lista completa das obras de Le Corbusier que agora fazem parte da Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO.

Projeto brasileiro recebe menção honrosa no Concurso ''Pensar la Vivenda, Vivir la Ciudad''

Um grupo de estudantes da Universidade Federal do Paraná foi a única equipe brasileira premiada no concurso ''Pensar la Vivenda, Vivir la Ciudad'', promovido pela ONU HABITAT - Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos. Com um projeto que discute como o morar, o produzir e o consumir podem conviver juntos desde a escala da cidade até a habitação, os alunos foram premiados com uma Menção Honrosa.

Malkit Shoshan: 'A cidade se converteu em território compartilhado para a guerra e a paz'

Enquanto arquitetos, podemos assumir um papel realmente ativo nos problemas urgentes da sociedade? Malkit Shoshan, arquiteta curadora do pavilhão da Holanda na próxima Bienal de Veneza, defende que sim. E sua trajetória assim o evidencia. Em defesa da incorporação de um quarto 'D' nos critérios da ONU (Defesa, Diplomacia e Desenvolvimento) em suas missões de paz (capacetes azuis), Shoshan tem sido capaz de fazer sentar na mesma mesa engenheiros militares e os responsáveis por políticas públicas da Holanda para analisar o impacto urbano consequentes das missões de paz ao redor do mundo.

Shoshan focou na missão conjunta da Holanda e da ONU em Gao (Mali), que em 2012 foi declarada capital do Estado Independente de Azawad - uma nação não reconhecida pelas autoridades internacionais - depois da rebelião dos tuaregues de 2012 no país africano. "Estas missões de paz ocupam grandes extensões de terra em centenas de cidades ao redor do mundo, mas é um fato pouco discutido por nossa própria profissão", reflete Soshan.

Durante sua recente visita a Mali, conversamos com a curadora do pavilhão holandês sobre a declaração de princípios por parte da Holanda na próxima Bienal de Veneza: o impacto dos drones militares nos espaços públicos e o porque, segundo ela, de existir uma estreita relação entre a arquitetura, políticas públicas e ideologia. "Com o desenho, podemos dispor dos recursos das missões de paz nas comunidades que estão cansadas dos conflitos militarizados, os grandes períodos de seca, fome e doenças", afirma.

ONU alerta sobre a diminuição dos espaços públicos nas cidades

Sem praças, sem calçadas largas para os pedestres nem transporte público para todos os habitantes. Assim poderão ser as cidades do futuro se as prefeituras e órgãos responsáveis não perceberem os riscos de um crescimento urbano desordenado, afirmou a ONU Habitat.

Buscando evitar tais previsões, se reuniram recentemente em Barcelona 700 representantes municipais e da sociedade civil durante um encontro que precedia a Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Urbano Sustentável (Hábitat III) que acontecerá em outubro em Quito, Equador.

ONU seleciona arquitetos voluntários para ajudar aos afetados pelo terremoto no Equador

No começo do mês de abril o Equador sofreu um forte terremoto devastou boa parte do país deixando mais de 500 mortos e mais de 8 mil feridos. A ONU abriu vagas para arquitetos e engenheiros interessados ​​em servir como voluntários para atuar nas regiões mais afetadas. Se você fala espanhol fluentemente (requisito obrigatório) e, quer inscrever seu perfil CLICK AQUI e selecione o código "ECUADOR_2016" na Seção de Recrutamento especial.

ONU-Habitat publica versão em português das diretrizes internacionais de planejamento urbano

O Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-Habitat) publicou no mês de março a versão em português das suas Diretrizes Internacionais para Planejamento Urbano e Territorial. O documento contém orientações para o desenvolvimento de políticas adequadas e abrangentes, que levem em consideração os vínculos entre o planejamento urbano e territorial e áreas como o desenvolvimento socioeconômico sustentável, o meio ambiente e a governança.

Ikea Foundation lança concurso em busca de soluções que melhorem a vida de refugiados

Contribuir com soluções inovadoras para a integração de refugiados em contextos urbanos é o objetivo do concurso lançado por três entidades: a Ikea Foundation, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) e a plataforma holandesa What Desing Can Do For You. A ideia é que arquitetos e designers de todo o mundo desenvolvam projetos que abordem este tema.

UNESCO e Itália criam "capacetes azuis culturais" para proteger patrimônio mundial

A Itália e a UNESCO firmaram no dia 16 de fevereiro deste ano, em Roma, um acordo para criar uma força especial italiana e um centro em Turim para treinar especialistas na proteção do patrimônio em áreas marcadas por conflitos armados ao redor do mundo. O acordo foi proposto a partir de uma emenda sugerida pela Itália à UNESCO em outubro do ano passado, que contou com o apoio de 53 países e o Conselho de Segurança da ONU.

Idealizado como um desdobramento cultural dos Capacetes Azuis - as forças pacificadoras da ONU - este contingente será composto, inicialmente, por 30 investigadores policiais especializados em casos de roubo de obras de arte e também por 30 arqueólogos, restauradores e historiadores de arte que "já estão preparados para ir onde a UNESCO os enviar", se acordo com o Ministro da Cultura da Itália, Dario Franceschini.

Os padrões ambientais, econômicos e demográficos de crescimento urbano no mundo

Tomando como referência as Perspectivas Mundiais de Urbanização elaboradas em 2014 pela ONU, o programa de pesquisa Urban Age, dependente do centro internacional LSE Cities, acaba de identificar as diferenças entre os padões demográficos, econômicos e ambientais que se projetam nas diferentes regiões como produto das mudanças urbanas.

Estas diferenças foram obtidas usando como base o relatório da ONU que aponta que em 1950, 30% da população mundial vivia em zonas urbanas, uma cifra que chegou a 54% no ano passado e que se projeta alcançar 66% em 2050.

Malkit Shoshan é escolhida como curadora do Pavilhão dos Países Baixos na Bienal de Veneza 2016

Malkit Shoshan, finalista este ano do Harvard GSD Wheelwright Prize, foi escolhida pelo Het Nieuwe Instituut para ser a curadora do Pavilhão dos Países Baixos na Bienal de Veneza 2016. Fundadora do think-tank FAST (Foundation for Achieving Seamless Territory), Shoshan tem sido parceira do instituto nos últimos dois anos e é autora do premiado livro Atlas of Conflict: Israel-Palestine (2010). Seu trabalho atual, intitulado Drones and Honeycombs, é um estudo da arquitetura e paisagem que examina atentamente "o espaço público em zonas de guerra".

OMS cita Curitiba e Porto Alegre como exemplos de redução da poluição

Em um documento divulgado recentemente, a Organização Mundial da Saúde (OMS) destacou a necessidade de reduzir as emissões de poluentes como o carbono negro, o ozônio, o metano e o dióxido de carbono, que não só contribuem para as mudanças climáticas, como também provocam mais de 7 milhões de mortes associadas à poluição do ar por ano.

No relatório, publicado no último 22 de outubro, a agência da ONU citou as cidades brasileiras de Curitiba e Porto Alegre como exemplos bem-sucedidos de planejamento urbano orientado para a redução da poluição.