1. ArchDaily
  2. Impressão 3 D

Impressão 3 D: O mais recente de arquitetura e notícia

Construção da Sagrada Família é acelerada com tecnologia de impressão 3D

De acordo com o jornal britânico BBC, a construção da Sagrada Família em Barcelona, obra de Antoni Gaudí que já dura 133 anos, está sendo acelerada pelo uso da tecnologia de impressão 3D. Na realidade, o processo construtivo já utiliza essa tecnologia há 14 anos, quando, em 2001, esta foi introduzida como um modo de agilizar a prototipagem dos complexos componentes do edifício.

O processo usa impressoras 3D estereolitográficas que constroem os protótipos camada por camada, resultando em um material semelhante ao gesso. Esse método permite que os construtores alterem manualmente os protótipos, atendendo às demandas específicas do edifício.

Proposta de colonização de Marte usa impressoras 3D e fungos para criar uma atmosfera adequada aos humanos

Após a NASA ter encontrado água sob a superfície de Marte no início do ano e o sucesso estrondoso do filme "O Marciano", é seguro dizer que o planeta vermelho está com tudo. A descoberta de água levou muitos arquitetos e designers, como por exemplo Norman Foster, a especularem como nosso vizinho poderia ser colonizado.

Muitos destes planos incluem levar materiais de construção da Terra ao planeta vermelho, potencialmente iniciando um processo de poluição do novo mundo antes mesmo dele ser ocupado. O arquiteto espanhol Alberto Villanueva, do IDEA Architecture Office, no entanto, viu isto como uma oportunidade única. Utilizando o próprio solo marciano e fungos mycelium, a estratégia de Villanueva utiliza impressão 3D e bioluminescência e já recebeu a atenção da NASA e da Agência Espacial Europeia.

Cortesia de Alberto VillanuevaCortesia de Alberto VillanuevaTorres com bioluminescência. Cortesia de Alberto VillanuevaCortesia de Alberto Villanueva+ 11

Quatro coleções de joias inspiradas na arquitetura

Moda e arquitetura frequentemente se sobrepõem, com o OMA/AMO projetando passarelas para a Prada e arquitetos como Zaha Hadid projetando trajes de banho e calçados. Desta vez, compilamos quatro designers que criaram linhas de joias inspiradas na arquitetura e nas cidades. De anéis de paisagens urbanas a acessórios esculturais, conheça as coleções selecionadas, a seguir.

Estudantes da Bartlett desenvolvem novo método de impressão 3D com concreto

Quatro estudantes de mestrado da Bartlett School of Architecture - Francesca Camilleri, Nadia Doukhi, Alvaro Lopez Rodriguez e Roman Strukov - desenvolveram um novo método de impressão 3D de estruturas autoportantes de concreto em grande escala. Com seu projeto Fossilised, a equipe, conhecida como Amalgamma, combinou dois métodos existentes de impressão 3D - impressão por extrusão e impressão com pó - para criar uma forma de extrusão portante que permite estruturas de concreto "mais volumétricas".

"O método de extrusão portante apresentou a oportunidade de projetar formas que são mais variadas e volumétricas, em oposição às formas tão verticais alcançadas até o momento", comentou a equipe.

Ittyblox cria série de miniaturas de edifícios parisienses

O estúdio holandês Ittyblox criou mais uma série de miniaturas de edifícios de impressão 3D, desta vez das típicas construções parisienses. Juntando-se às séries de Nova Iorque, Londres e Chicago, a nova série de Paris segue a escala 1:1000 das anteriores.

Cortesia de IttybloxCortesia de IttybloxCortesia de IttybloxCortesia de Ittyblox+ 14

Pylos: a impressora 3D que imprime com terra

O pesquisador Sofoklis Giannakopoulos do Institute for Advanced Architecture of Catalonia (IAAC) apresentou recentemente a  Pylos, uma impressora 3D que permite construir com um material naturam biodegradável, barato, reciclável, local e que todos conhecemos: a terra.

Em uma busca pessoal de tornar a impressão 3D um "método construtivo em grande escala" em anos de turbulência econômica e ambiental, Pylos explorará o potencial estrutural de um material construtivo presente em grande parte do hemisfério sul do mundo - porém, frequentemente carregado de conceitos negativos associados ao subdesenvolvimento.

Saiba mais a seguir.

Clouds AO e SEArch vencem o concurso "Mars Habitat" da NASA com proposta em impressão 3D

A NASA, que recentemente confirmou a evidência de água corrente em Marte, declarou que os escritórios SEArch (Space Exploration Architecture) e Clouds AO (Clouds Architecture Office) venceram o concurso 3D Printed Habitat. Patrocinado pela NASA e pela America Makes, as equipes foram convidadas a usar materiais nativos e técnicas de impressão 3D para construir um habitat para quatro astronautas em Marte. A proposta vencedora, Ice House, foi premiada com US$25 mil e superou outras 30 finalistas.

"Reconhecendo que a água é o alicerce para a vida, a equipe usou a ideia de 'seguir a água' para abordar conceitualmente o local e construir seu projeto", disseram SEArch e Clouds AO. "[Nossa] proposta se destacou como uma das poucas a não para enterrar o habitat no subsolo, através da abundância antecipada de uma superfície de gelo na região norte que cria um escudo de gelo fino e vertical capaz de proteger o habitat da radiação enquanto celebra vida acima do solo. "

Foster + Partners entre os 30 finalistas do concurso para construir uma base em Marte

O escritório Foster + Partners foi selecionado entre os 30 finalistas do 3D Printed Habitat Challenge organizado pela America Makes e pela NASA. A proposta prevê a construção de um assentamento a partir de impressão 3D, realizada por robôs pré-programas e semi-autônomos que usam regolito encontrado em Marte para erguer habitações para até quatro astronautas.

"A proposta considera múltiplos aspectos do projeto, da entrega e implementação à construção e operações", comentou Foster. "O habitat será realizado em dois estágios anteriores à chegada dos astronautas".

Harvard e Oxford lançam campanha para preservar monumentos contra o Estado Islâmico

Do Templo de Baalshamin à cidade de Nimrud, o Estado Islâmico já destruiu diversos monumentos e relíquias. Agora, arqueologistas de Harvard e Oxford se uniram à UNESCO e ao projeto Epigraphical Database do Instituto de Estudos do Mundo Antigo da Universidade de New York para lançar o Million Image Database Project. Liderado pelo Instituto de Arqueologia Digital (IDA) de Oxford, a campanha planeja levar milhares de câmeras 3D a regiões assoladas por guerras para que as pessoas possa escanear e preservar (digitalmente) a arquitetura e artefatos históricos de suas regiões.

Mediated Matter Group cria plataforma 3D que imprime vidro com alta precisão

Vidro é um material que pode ser moldado, soprado, banhado, aglomerado e agora impresso através de impressoras 3D. Neri Oxman e seu Mediated Matter Group divulgaram sua nova plataforma de impressão com vidro: a G3DP - Additive Manufacturing of Optically Transparent Glass. Desenvolvido em colaboração com o Glass Lab do MIT, G3DP é a primeira impressora do tipo e pode imprimir vidro opticamente transparente com precisão impressionante.

"G3DP é uma plataforma de produção aditiva projetada para imprimir vidro opticamente transparente", comentou Oxman ao ArchDaily. "As diferenças de tonalidade permitida pela variação geométrica e óptica em função da forma, transparência e cor podem definir, limitar ou controlar a transmissão, reflexão e refração da luz, e, portanto, trazem implicações significativas para todos os produtos que envolvem o uso do vidro: fachadas otimizadas para o ganho solar, dispositivos de iluminação com geometrias personalizadas e espessuras variadas, e assim por diante."

Empresa chinesa monta casa modular em menos de 3 horas

A companhia chinesa ZhuoDa montou uma casa de dois pavimentos em tempo recorde: a residência modular, composta por seis módulos feitos a partir de impressão 3D, foi montada in loco em menos de três horas. Comparada a um LEGO, a casa pré-fabricada teve 90% de seus elementos construídos fora do canteiro antes que seus módulos fossem transportados para o terreno. Segundo o jornal Inhabitat, a casa levou menos de 10 dias para ser feita do início ao fim.

Dubai construirá o primeiro edifício feito inteiramente com impressão 3D

O Comitê Nacional de Inovação dos Emirados Árabes Unidos divulgou planos de construir o primeiro edifício feito a partir de impressão 3D usando uma impressora de 6 metros de altura. Embora muitas estruturas já tenham sido produzidas com impressão 3D, nenhuma foi construída inteiramente com essa tecnologia. Tudo - a estrutura do edifício, os acabamentos internos e o mobiliário - será impresso em seções e, então, montado in loco, segundo informou a 3DPrint. O edifício de 185m² abrigará a sede do Museu do Mobiliário de Dubai.

"Mushtari”: uma roupa produzida com impressão 3D

A designer e arquiteta Neri Oxman, do Mediated Matter group, divulgou recentemente a Mushtari: uma roupa produzida a partir de impressão 3D que pode converter a luz do sol em produtos de vestuário. Parte da coleção Wanderer, Mushtari foi concebida como uma relação entre as formas de vida mais primitiva e mais sofisticada. A vestimenta contem 58 metros de canais de fluídos internos e funciona como uma fábrica microbiana que converte a luz do sol em itens de vestuário.

MX3D divulga planos de "imprimir" uma ponte sobre um canal de Amsterdã

Amsterdã tem mais de 1.200 pontes sobre seus canais, algumas das quais construídas no século XVII, mas a cidade está prestes a receber mais uma, desta vez construída através da técnica da impressão 3D. A startup holandesa MX3D uniu esforços com Laarman Lab, Heijmans, Autodesk e vários outros apoiadores para criar uma complexa ponte peatonal de aço produzida com impressoras 3D.

Vídeo: Habitação através dos séculos

Da casa Cobb à primeira residência feita a partir de impressão 3D, essa breve animação ilustra a história da habitação de 25.000 a.C até os dias de hoje. Produzido por Jackie Lay e publicado originalmente no The Atlantic, veja no vídeo acima a evolução dos espaços de morar através dos séculos.

Zaha Hadid expõe um sapato feito através de impressão 3D na Semana de Design de Milão

FLAMES / Zaha Hadid. Cortesia de United Nude
FLAMES / Zaha Hadid. Cortesia de United Nude

Zaha Hadid, Fernando Romero e Ben Van Berkel, juntamente com outros dois renomados artistas, estão atraindo os olhares da mídia com seus sapatos de salto alto produzidos a partir da técnica de impressão 3D. Uma colaboração entre a United Nude e a 3D Systems, o tão aguardado projeto foi divulgado esta semana na exposição "Re-Inventing Shoes" na Semana de Design de Milão.

Cada sapato foi impresso através da técnica Selective Laser Sintering em um composto de nylon e borracha, o que torna essas pequenas esculturas "totalmente funcionais". Apenas 50 pares de cada modelo serão vendidos, veja-os a seguir.

Emerging Objects cria pavilhão através de impressão 3D com cimento

Na sequência de outras experimentações com impressão 3D, como por exemplo a casa "impressa" com sal e a coluna inspirada em técnicas incas que resiste a terremotos, o estúdio californiano Emerging Objects desenvolveu o Bloom, um pavilhão construído a partir de 840 blocos únicos, impressos com cimento portland.

O pavilhão de 2,7 metros de altura apresenta uma planta cruciforme, porém, sua geometria muda à medida que a construção se eleva, rotacionando gradativamente a planta em 45 graus. Na fachada, perfurações são mapeadas nos blocos de cimento para criar um padrão inspirado nas tradicionais flores tailandesas.

© Matthew Millman Photography© Matthew Millman Photography© Matthew Millman Photography© Matthew Millman Photography+ 16

Carbon3D, uma tecnologia cem vezes mais rápida que a impressão 3D tradicional

"Impressão 3D é algo lento; é basicamente impressão 2D em diversas camadas sobrepostas", disse o químico e cientista de materiais, Joseph DeSimone. Abordando as três principais questões que impedem a impressão 3D de se tornar um processo de manufatura popular - tempo, estrutura e limitações dos materiais - DeSimone apresentou o Carbon3D no TED2015. Um processo inspirado no T-1000 do Exterminador do Futuro 2, o Carbon 3d usa luz e oxigênio para criar continuamente (e rapidamente) elementos a partir de um tanque de resina líquida utilizando uma nova tecnologia conhecida como CLIP - Continuous Liquid Interface Production [Produção Contínua de Interface Líquida]. Embora o potencial do processo tenha sido imediatamente associado à indústria médica, não é difícil imaginar seu efeito nos processos de manufatura como um todo.