1. ArchDaily
  2. Bienal De Veneza 2020

Bienal De Veneza 2020: O mais recente de arquitetura e notícia

Ao ar livre: novas formas de vivermos juntos na natureza

“Precisamos de um novo contrato espacial.” Este é o apelo de Hashim Sarkis, curador da Bienal de Veneza 2021, como um convite aos arquitetos imaginarem novos espaços em que possamos viver juntos. Entre um movimento de êxodo urbano e crises globais de habitação, o crescimento de empreendimentos mais densos e prédios baixos pode fornecer uma resposta. Afastando-se das residências unifamiliares em áreas rurais e subúrbios, os projetos habitacionais modernos estão explorando novos modelos de vida compartilhada na natureza.

© Shu He© HG Esch© Christian Wöckinger© Dio Guna Putra+ 13

Bienal de Veneza transmite ao vivo exposição organizada por seus diretores artísticos

A Bienal de Veneza apresenta, pela primeira, vez uma exposição com curadoria conjunta dos diretores de seus seis setores artísticos – Arte, Arquitetura, Cinema, Dança, Música, Teatro. A exibição será transmitida ao vivo no dia 15 de julho de 2020, às 14h30 (horário italiano).

Pavilhão da Rússia na Bienal de Arquitetura de Veneza será totalmente virtual

Em um comunicado em seu website e perfil no Instagram, o Pavilhão da Federação Russa anunciou que sua exposição Open! na Bienal de Arquitetura de Veneza passará a ser inteiramente online. Lidando com o recente surto de COVID-19 que levou ao adiamento da Bienal de Veneza 2020, o pavilhão se transformará em uma plataforma digital para garantir a continuidade dos projetos.

Como viveremos juntos com todas as outras espécies?

Hashim Sarkis, curador da 17ª Exposição Internacional de Arquitetura, organizada pela La Biennale di Venezia, lançou um impressionante tema visionário no início deste ano: “Como viveremos juntos?”. Esta questão fundamental finalmente transcende todas as disciplinas e abre um portal existencial para a humanidade. Não se refere apenas aos seres humanos, mas a todas as espécies - os organismos não humanos também.

Austrália se retira da Bienal de Veneza 2020

O Instituto Australiano de Arquitetos anunciou que não participará mais da Bienal de Veneza 2020. No mês passado, os organizadores adiaram a abertura do evento para agosto, devido à recente pandemia do COVID-19. A exposição australiana, intitulada In Between e organizada por Tristan Wong e Jefa Greenaway, tinha como objetivo explorar as conexões entre as culturas indígenas da Austrália e do Pacífico Sul.

Arquitetura como solução: por que não adiar a Bienal de Veneza?

Na semana passada, a Bienal de Arquitetura de Veneza anunciou que adiará a data de abertura da Biennale para o dia 29 de agosto, mas que entretanto, manterá a data encerramento do evento no dia 29 de novembro, reduzindo a duração do mais importante evento internacional do mundo da arquitetura de seis para apenas três meses. A mudança de planejamento da Biennale é mais uma resposta à crise mundial causada pela pandemia de coronavírus ou COVID-19, a qual tem se agravado ao longo das últimas semanas provocando uma onda de cancelamentos e adiamentos de importantes eventos ao redor do mundo.

Pavilhão da Hungria na Bienal de Veneza 2020 revisita 12 ícones modernos de Budapeste

O Pavilhão Húngaro na Biennale di Venezia de 2020 fará um apanhado sobre as principais obras modernistas construídas na cidade de Budapeste. Doze escritórios de arquitetura foram convidados para participar da exposição que pretende apresentar uma visão alternativa de algusn ícones da arquitetura moderna do país, apresentando uma reflexão sobre o valor e o legado do modernismo húngaro e o seu impacto no desenvolvimento da arquitetura contemporânea. Nesta 17ª edição da Exposição Internacional de Arquitetura da Biennale, o pavilhão húngaro terá curadoria de Dániel Kovács, um jovem historiador de arquitetura.

Cortesia de Biennale di Venezia, Pavilhão HúngaroCortesia de Biennale di Venezia, Pavilhão HúngaroCortesia de Biennale di Venezia, Pavilhão HúngaroCortesia de Biennale di Venezia, Pavilhão Húngaro+ 7

Patrícia Anahory e César Cardoso inauguram participação de Cabo Verde na Bienal de Veneza

Entre agosto e novembro deste ano, acontecerá em Veneza a 17ª edição do mais prestigiado evento da arquitetura mundial, La Biennale di Venezia, que tem curadoria geral do arquiteto e professor libanês Hashim Sarkis, decano da Escola de Arquitetura e Urbanismo do MIT. Esta é também a primeira vez que o evento conta com a participação de Cabo Verde, que será representado pela arquiteta Patrícia Anahory e o artista visual César Schofield Cardoso.

Bienal de Veneza divulga os participantes da 17ª Exposição Internacional de Arquitetura

A 17ª Exposição Internacional de Arquitetura, organizada por La Biennale di Venezia, será inaugurada no dia 23 de maio e permanecerá aberta ao público até 29 de novembro. Intitulada Como viveremos juntos? e com curadoria de Hashim Sarkis, a pré-abertura da exposição ocorrerá nos dias 21 e 22 de maio e a cerimônia de premiação acontece no dia seguinte, 23 de maio.

Osbourne Macharia, "GIKOSH: Example of Photographic art projects involving the creative Millenial within the informal settlements in Nairobi," Keja," 2019. Courtesy Osbourne Macharia. Image Courtesy of La Biennale di VeneziaTUMO Center for Creative Technologies,  TUMO Paris, 2018. © Forum des Images. Image Courtesy of La Biennale di VeneziaSOM, "Moon Village Earth Rise," Life Beyond Earth, 2020. Courtesy SOM | Slashcube GmbH. Image Courtesy of La Biennale di VeneziaPRÁCTICA, "River Somes, Urban Beach," River Somes: Across Communities and Ecosystems, 2017-ongoing. Courtesy PRÁCTICA. Image Courtesy of La Biennale di Venezia+ 16

Cosmos Architecture questiona o equilíbrio ecológico com Pavilhão do Egito para a Bienal de Veneza 2020

Cosmos Architecture, um escritório internacional com sede em Madri, Milão, Xangai e Cairo, elaborou uma proposta para o Pavilhão Egípcio na Bienal de Veneza 2020. O projeto é, na realidade, uma campanha de conscientização que destaca diversas questões ambientais do Egito e apresenta soluções adequadas.

Arquitetos Associados e Henrique Penha serão os curadores do Pavilhão do Brasil na Bienal de Veneza 2020

A Fundação Bienal de São Paulo anunciou hoje os responsáveis pela curadoria do Pavilhão do Brasil na Bienal de Veneza deste ano, marcada para inaugurar no dia 23 de maio. A exposição será concebida pelo escritório Arquitetos Associados (composto por Alexandre Brasil, André Luiz Prado, Bruno Santa Cecília, Carlos Alberto Maciel e Paula Zasnicoff) juntamente com o designer visual Henrique Penha.

Concurso para o projeto expositivo do pavilhão finlandês na Bienal de Veneza 2020

A Archinfo Finland está convocando um concurso de projeto para o pavilhão da Finlândia na próxima Bienal de Veneza de 2020. O concurso tem como objetivo escolher o projeto expositivo que ocupará o pavilhão finlandês projetado por Alvar Aalto nos jardins da bienal na cidade de Veneza durante o verão e o outono europeu do ano que vem.