1. ArchDaily
  2. Arte

Arte: O mais recente de arquitetura e notícia

Meu coração bate como o seu / Estudio Guto Requena

© Ana Mello© Ana Mello© Ana Mello© Ana Mello+ 22

  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: GTM Cenografia

Ilustrações de edifícios sagrados ao redor do mundo, por André Chiote

A arquitetura pode ser compreendida a partir de vários prismas e muitas vezes é vista como a solução ou resposta para demandas materiais - habitação, lazer, comércio etc. No entanto, talvez uma das funções mais carregadas de simbolismos que pode ter a arquitetura é a concretização de demandas espirituais. Projetar espaços sagrados, espaços de culto (religioso ou não), pode ser uma das tarefas mais criativas e libertadoras dessa profissão, mas também deve responder a aspectos que fogem ao plano terrestre e puramente material, mas que fazem parte de um universo de subjetividade e fé.

Apresentamos a seguir uma série de ilustrações produzidas por André Chiote de edifícios sagrados, projetados por nomes como Gottfried Böhm, Oscar Niemeyer e Peter Zumthor.

© André Chiote© André Chiote© André Chiote© André Chiote+ 18

Instituto Moreira Salles de São Paulo instala escultura permanente de Richard Serra

© Cristiano Mascaro - Instituto Moreira Salles
© Cristiano Mascaro - Instituto Moreira Salles

Um dos artistas de maior influência na arte contemporânea, o escultor norte-americano Richard Serra terá sua primeira obra aberta à visitação pública da América Latina instalada em São Paulo. A sede do Instituto Moreira Salles na Avenida Paulista abrigará permanentemente a escultura Echo, feita especialmente para o centro cultural, e que poderá ser visitada gratuitamente pelo público a partir do próximo sábado no jardim externo do instituto.

Painel de Portinari doado à ONU será recriado em mosaico na USP

Liderada pelos portugueses Isabel Ruas e Gonçalo Ruas, a Oficina de Mosaicos criará uma releitura da obra Guerra e Paz, enorme painel pintado por Candido Portinari e doado à ONU em 1956, na forma de mosaico, que ficará exposta permanentemente no campus da USP no Butantã. O projeto tem o apoio do filho do artista, João Portinari, e está em fase de captação de recursos.

Carmela Rocha e Marko Brajovic projetam instalação que celebra os 50 anos do voo do avião Bandeirante

O Instituto Embraer, em parceria com o GRU Airport – Aeroporto Internacional de São Paulo, inaugurou no início deste mês a instalação artística “O primeiro sopro”, que celebra tanto a história dos 50 anos do primeiro voo do avião bimotor Bandeirante quanto da criação da própria Embraer, que completará cinco décadas de existência em 2019.

Desenhada por Carmela Rocha e Marko Brajovic, responsáveis pela cenografia de importantes exposições no Brasil e no exterior, a obra estará exposta até fevereiro na área de check-in do Terminal 3 do aeroporto. Cerca de 100 mil pessoas circulam pelo espaço diariamente.

Capela em Bataan do artista suíço Not Vital desafia limites entre arte e arquitetura

Arte, de modo geral, é produzida para ser vista ou experienciada por um outro, um interlocutor, que, por sua vez, estabelece relações variadas com a obra. Esse, entretanto, parece não ser o caso da Capela em Bataan, construída pelo artista suíço Not Vital nas Filipinas.

Castigada por ventos constantes, a obra eleva-se sobre uma colina na zona rural de Bagac, cidade de pouco menos de 30 mil habitantes localizada a cerca de 50 quilômetros a oeste de Manilla. A localização remota da instalação dificulta o acesso e faz do percurso uma empreitada que assume ares de peregrinação – parte de sua graça reside, justamente, em sua inacessibilidade.

Mountain / Zhaohong Zhang

© Li Zhou© Li Zhou© Li Zhou© Li Zhou+ 26

Museu do Vinagre de Arroz / Zhanghua Studio, AATU

Museu do Vinagre de Arroz / Zhanghua Studio, AATUMuseu do Vinagre de Arroz / Zhanghua Studio, AATUMuseu do Vinagre de Arroz / Zhanghua Studio, AATUMuseu do Vinagre de Arroz / Zhanghua Studio, AATU+ 28

ESTEREO(AUTO)SCOPIO, arte pública efêmera para perceber o contexto urbano

Cortesía de Esteban Pastorino y Nicolás Sáez
Cortesía de Esteban Pastorino y Nicolás Sáez

Estereo(auto)copio é uma obra de arte pública efêmera co-criada por Esteban Pastorino e Nicolás Sáez, financiado pela bolsa de estudos "Residencias Chile - Argentina do Programa de Intercâmbio de Artes Cênicas e Artes Visuais" do Ministério das Culturas, das Artes e Patrimônio do Governo do Chile. Nesta ocasião, a estadia criativa foi desenvolvida na "Residencia Corazón" da cidade de La Plata, na Argentina.

O projeto foi instalado pela primeira vez no centro da Plaza Moreno, em seguida, transferido ao Centro Cultural Pasaje Dardo Rocha e finalmente exposto na Residencia Corazón em uma conversa com os autores. O projeto, com a colaboração de Diego del Pozo, Nahuel Bralo, Ismael Maldonado, Juan Pablo Ferrer e Rodrigo Mirto, propõe uma experiência imersiva ao visitante através de um artefato que permite ver vistas aéreas da cidade, com fotografias estereoscópicas captadas por um drone, que oferece a possibilidade para o observador olhar para o lugar de onde está e conscientizar-se das características urbanas.

Conheça o projeto em detalhes através de algumas palavras dos autores a seguir.

Seus mundos favoritos da ficção, em ilustrações de nanquim

Cortesia de Angie's List
Cortesia de Angie's List

Em um mundo de 3D, HD, 4K e CGI, a representação arquitetônica nos setores de cinema, televisão e jogos está se tornando cada vez mais realista, cada vez mais deslumbrante e cada vez mais cara. Mas mesmo sem os efeitos especiais, as formas arquitetônicas maravilhosamente trabalhadas dos mundos fictícios de Game of Thrones, Harry Potter e da Marvel continuam impressionantes.

Para demonstrar isso, a Angie’s List produziu uma série de ilustrações de nanquim em escala de cinza de alguns dos mundos fictícios mais emblemáticos da indústria do entretenimento, celebrando estilo, forma, materialidade e sombra. Do futurismo elegante de Star Wars e Marvel às fortalezas vernaculares de Game of Thrones e Skyrim, a série Fictional Architecture captura os detalhes mais refinados de nossos universos fictícios favoritos.

Como o surrealismo influenciou a produção contemporânea de arquitetura

1974 installation of <em>Mae West’s Face which May be Used as a Surrealist Apartment</em> by Salvador Dali. Imagem © <a href='https://www.flickr.com/photos/alextorrenegra/4991542223'>Flickr user Torrenega</a> licensed under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by/2.0/'>CC BY 2.0</a>
1974 installation of Mae West’s Face which May be Used as a Surrealist Apartment by Salvador Dali. Imagem © Flickr user Torrenega licensed under CC BY 2.0

Em 1924, André Breton redigiu o Manifesto Surrealista, convidando a comunidade artística a questionar os limites entre a realidade e o mundo dos sonhos, entre objetividade e subjetividade. Naquele momento, muitos arquitetos estavam interessados - e não são poucos aqueles que ainda se interessam - na potência imaginativa do espaço construído. Para estes profissionais, o pensamento surrealista de Breton foi, e ainda é, um recurso valioso para discutir o papel que a arquitetura desempenha na definição da realidade. Desde então, partindo de Salvador Dali, passando por Frederick Kiesler até Frank Gehry, o surrealismo tem influenciado profundamente a produção arquitetônica deste o início do século XX.

BOOMSPDESIGN 2018

O BOOMSPDESIGN, Fórum internacional de arquitetura, design e arte, segue para a sua 11ª edição com data já marcada: dias 27, 28 e 29 de agosto, no Lounge da Bienal, no Parque do Ibirapuera, São Paulo. O evento tem como premissa discutir, atualizar, explorar, pensar e repensar o design.

Um dos pontos altos do evento, seu idealizador, Beto Cocenza, anuncia o Designer do Ano homenageado em 2018: o atelier oï. Fundado em 1991 em La Neuveville, na Suíça, por Aurel Aebi, Armand Louis e Patrick Reymond, o atelier oï nasceu com a intuitiva e emocional afinidade de moldar materiais diferentes. Os

Athos Bulcão, 100 anos, 100 dias, 100 fotos

Este ano, um dos artistas mais atuantes no campo de sobreposição entre a arte e a arquitetura moderna brasileira, Athos Bulcão, completaria 100 anos. Athos dedicou parte considerável de sua obra tentando unir a tradição da azulejaria a uma proposta aplicada à arquitetura moderna - e conseguiu, seus trabalhos pontuam alguns dos edifícios mais emblemáticos do modernismo brasileiro, notadamente em Brasília.

Fernanda Torres e Fernanda Montenegro interpretarão Lina Bo Bardi em filme de Isaac Julien

Tema de uma instalação artística de Isaac Julien intitulada Stones Against Diamonds, de 2015, a arquiteta ítalo-brasileira Lina Bo Bardi terá agora sua trajetória representada no cinema com o filme Ghost of Lina Bo Bardi, do mesmo diretor.

Exposição "Bancos Indígenas do Brasil" no Pavilhão Japonês, no Parque do Ibirapuera

PAVILHÃO JAPONÊS DO PARQUE DO IBIRAPUERA RECEBE A EXPOSIÇÃO BANCOS INDÍGENAS DO BRASIL

Com entrada gratuita, exposição marca os 110 anos da imigração japonesa no Brasil; abertura é dia 9 de junho

No dia 9 de junho, o Pavilhão Japonês, construção localizada no Parque do Ibirapuera, em São Paulo, e inspirada no Palácio Katsura, de Kioto, recebe a exposição Bancos Indígenas do Brasil, que apresenta cerca de 70 peças da coleção BEI. Os bancos foram produzidos por povos de várias regiões do alto e baixo Xingu, sul da Amazônia, Centro-Oeste, norte do Pará, Guianas e noroeste amazônico. No fim de

1:1 | Reprodução Assistida

A Galeria Jaqueline Martins apresenta a primeira edição do projeto 1:1, com um trabalho inédito de João Loureiro.

O artista correlaciona o espaço de exposição da galeria com um açougue da região, bairro da Vila Buarque, centro de São Paulo. Mas mais do que ocupar ambos os espaço com um conjunto de obras, João Loureiro concebe uma série de ações encadeadas que são ciclicamente repetidas ao longo do período da exposição, fazendo com que o trabalho se constitua cumulativamente dia-após-dia.

No açougue do supermercado Futurama, uma vitrine congeladora contém várias esculturas de carne moída, reproduções em escala reduzida da obra “Figura Reclinada

Lançamento do livro 99 ideias para um cinema de rua

Micrópolis e Fundação Municipal de Cultura apresentam:

99 ideias para um cinema de rua

Lançamento de livro + conversa aberta com Micrópolis e os curadores da exposição Habitáculo: Fabíola Moulin e Marconi Drummond.

99 Ideias para um Cinema de Rua são noventa e nove respostas especulativas para a mesma pergunta: quais formas de ocupação poderia abrigar um grande edifício no coração da cidade, concebido como um cinema de rua em uma época em que a projeção de filmes ainda era um acontecimento capaz de reunir multidões em plena zona central?

Coletadas com o público que passa pela Praça Sete, as ideias são

Artista reinterpreta obras de arquitetura através de pinturas

O trabalho de Patricia Golombek é um estudo de arquitetura desenvolvido em diferentes pontos de vista. Analisando elementos estruturais e soluções arquitetônicas realizadas por diferentes arquitetos de diferentes partes do mundo.

A artista, que é arquiteta por formação, busca destacar, através de seu trabalho, a linguagem na qual o arquiteto se comunica e o processo de criação de suas obras.