Timothy Hursley

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE FOTÓGRAFO

Os benefícios da biofilia para a arquitetura e os espaços interiores

Se uma pessoa é instigada a imaginar um cenário de completo relaxamento, é mais provável que a primeira imagem que vem à mente seja um lugar cercado pela natureza, algo próximo a uma floresta, montanhas, mar ou prado. Você dificilmente imaginará um escritório ou um shopping center como fonte de conforto e relaxamento. Mesmo assim, a maioria das pessoas passa quase 80-90% do tempo dentro de edificações, movendo-se entre suas casas e seus locais de trabalho.

Arquitetos e designers agora estão procurando soluções que ressoarão bem no futuro, voltando-se para a 'biofilia' como uma importante fonte de inspiração que promove o bem-estar, a saúde e o conforto emocional.

Xylem Pavilion / Kere Architecture. Imagem © Iwan Baan© Favaro Jr.Botanica House / Guz Architects. Imagem © Patrick Bingham-HallXylem Pavilion / Kere Architecture. Imagem © Iwan Baan+ 15

Edifícios em avaliação: 12 certificações de construção sustentável para conhecer

O Relatório Brundtland, de 1987 -“Nosso Futuro comum”- trouxe a noção de que o uso sustentável dos recursos naturais deve "suprir as necessidades da geração presente sem afetar a possibilidade das gerações futuras de suprir as suas". Desde então, o termo sustentabilidade tem sido cada vez mais popularizado e, muitas vezes, banalizado nos nossos cotidianos. Na indústria da construção civil isso não é diferente. Por mais que saibamos que para construir, precisamos destruir, de que forma é possível mitigar os impactos na construção, durante a vida útil e na demolição das edificações? Um edifício sustentável, na sua concepção, construção ou operação, deve reduzir ou eliminar os impactos negativos e podendo até criar impactos positivos no clima e meio ambiente, preservando recursos e melhorando a qualidade de vida dos ocupantes. Dizer que um edifício é sustentável é algo fácil e até sedutor. Mas o que torna, exatamente, uma construção sustentável?

Responder isso pode não ser tão simples. É por isso que nos últimos 30 anos foram criadas diversas certificações de sustentabilidade de edificações, que através de avaliações terceirizadas e imparciais de diversas esferas, são verificados os aspectos sustentáveis de uma construção. Cada uma delas concentra-se em aspectos particulares e, muitas vezes, são mais focadas em determinadas regiões do mundo. Enquanto há certificações que atestam se a edificação atende ou não a critérios de eficiência ou impactos, outras criam distintas classificações, segundo a pontuação recebida pela edificação para os diferentes aspectos.  Abaixo, listamos algumas das principais certificações de sustentabilidade existentes no mundo, alfabeticamente, suas principais aplicações e uma breve explicação:

Ao ar livre: novas formas de vivermos juntos na natureza

“Precisamos de um novo contrato espacial.” Este é o apelo de Hashim Sarkis, curador da Bienal de Veneza 2021, como um convite aos arquitetos imaginarem novos espaços em que possamos viver juntos. Entre um movimento de êxodo urbano e crises globais de habitação, o crescimento de empreendimentos mais densos e prédios baixos pode fornecer uma resposta. Afastando-se das residências unifamiliares em áreas rurais e subúrbios, os projetos habitacionais modernos estão explorando novos modelos de vida compartilhada na natureza.

© Shu He© HG Esch© Christian Wöckinger© Dio Guna Putra+ 13

18 Fachadas permeáveis impressionantes

© Hiroyuki Oki
© Hiroyuki Oki

© Nguyen Thai Thach© Koji Fuji / Nacasa & Partners Inc© Pedro Nuno Pacheco© Gonzalo Viramonte+ 20

Recentemente, temos visto muitos projetos que fazem uso de fachadas permeáveis, incluindo alguns vencedores do Building of the Year Award, a ponto de se poder considerar esse elemento arquitetônico uma espécie de tendência ou "moda" na produção contemporânea. 

Melhorias na iluminação e ventilação naturais e maior permeabilidade visual são algumas das vantagens proporcionadas por esse tipo de fachada. A seguir, compilamos 15 fotografias que mostram exemplos desse elemento, feitas por proeminentes fotógrafos, como Andrés Valbuena, Pedro Nuno Pacheco e Koji Fuji Nacasa & Partners Inc.

Restaurante CO-OP Ramen / Marlon Blackwell Architect

© Timothy Hursley© Timothy Hursley© Timothy Hursley© Timothy Hursley+ 25

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  158
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Lutron, Adobe, AutoDesk, C by M Creative, Emeco, +5

Arquitetura contemporânea e herança cultural em Nova Orleans

Nova Orleans é uma cidade diferente de qualquer outra. Marcada por uma rica herança cultural, é definida pela geografia do Delta do Mississippi e pelo clima local. Após a destruição causada pelo furacão Katrina em 2005, designers e arquitetos voltaram sua atenção para a cidade, buscando soluções para garantir um futuro melhor para as comunidades que lá vivem. 

© Justin Cordova© William Crocker© Timothy Hursley© William Crocker+ 10

Moradia Estudantil para a Universidade de Arkansas / Polk Stanley Wilcox Architects

© Timothy Hursley© Timothy Hursley© Timothy Hursley© Timothy Hursley+ 12

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  19659
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2014
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Armstrong Ceilings, DuPont, Atlas Schindler, Herman Miller, Knauf, +124

Agência de Publicidade Lamar / Eskew+Dumez+Ripple

© Timothy Hursley © Timothy Hursley © Timothy Hursley + 8

  • Arquitetos: Eskew+Dumez+Ripple
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  10500
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2012

Centro de Design Vol Walker Hall e Steven L Anderson / Marlon Blackwell Architect

© Timothy Hursley © Timothy Hursley © Timothy Hursley © Timothy Hursley + 38

15 Projetos que exploram as possibilidades diversas do aço na arquitetura

O uso do aço na arquitetura é considerado um dos desenvolvimentos mais inovadores da história da construção civil, permitindo que os arquitetos criassem estruturas em escalas nunca antes imaginadas. Hoje em dia, o aço continua sendo um dos materiais mais importantes no campo da construção, mas há muito mais neste material do que apenas resistência à tração e durabilidade. Alguns arquitetos estão bem cientes do potencial do aço e o transformaram em uma enorme diversidade de itens, de luminárias e elementos decorativos a fachadas e acabamentos.

Veja, a seguir, 15 projetos que exploram o aço para além de suas qualidades estruturais, buscando aplicações variadas e, por vezes, inesperadas. 

© Ket Kolektif© Markus Hattwig© Juan Alberto Andrade© Edmon Leong+ 16

Por que é conveniente 'envolver' a arquitetura com Zinco?

Material leve por excelência, o Zinco é um metal não ferroso que fornece uma solução eficaz para revestimento de edifícios expostos a condições climáticas adversas, fornecendo respostas criativas às exigências do especificador e dos usuários do projeto.

Quando em contato com a umidade, os painéis de zinco geram uma camada que permite a autoproteção, isolando o calor dos espaços internos durante o verão e respondendo corretamente à chuva e à neve durante o inverno, deslizando facilmente suas superfícies. Seus painéis modulares podem 'envolver' formas curvas ou serem perfurados de acordo com o projeto arquitetônico, e combinar-se em fachadas e / ou tetos através de diferentes tons, brilho e cores.

Legacy ER Allen / 5G Studio Collaborative. Manufactured by MetalTech-USA. Image © Michael Moran/OTTOThe House on the Cliff / GilBartolome Architects. Manufactured by elZinc. Image © Jesús GranadaThe Alchemist / Reid Architects. Manufactured by elZinc. Image Cortesía de elZincStade De Soccer de Montréal / Saucier + Perrotte architectes + Hughes Condon Marler Architects. Manufactured by elZinc. Image © Olivier Blouin+ 19

Crescent Park / Eskew+Dumez+Ripple

© Timothy Hursley© Timothy Hursley© Timothy Hursley© Timothy Hursley+ 40

  • Arquitetos: Eskew+Dumez+Ripple
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: City Elements, Contech Engineered Solutions, Hess Lighting, KBI Flexi-Pave, Kone, +2

Palladium Nighclub de Arata Isozaki, pelas lentes de Timothy Hursley

Em maio de 1985, um antigo teatro e sala de concertos abriu suas portas ao público para a inauguração de uma boate em Nova Iorque. O projeto fora encomendado pelos empresários Steve Rubell e Ian Schrager, proprietários do também famoso clube Studio 54, e foi concebido como uma estrutura independente, vibrante e luminosa instalada dentro de uma envoltória bastante clássica, que serviu como belo pano de fundo para as geometrias de Isozaki.

De acordo com o New York Times em sua edição de 20 de maio de 1985: “Arata Isozaki é ao mesmo tempo uma grande eminência da arquitetura japonesa e fonte de alguns de seus pensamentos mais recentes. E todas as facetas do Sr. Isozaki estão visíveis no Palladium."

© Timothy Hursley© Timothy Hursley© Timothy Hursley© Timothy Hursley+ 14

Quem é Arata Isozaki? 20 fatos sobre o vencedor do Pritzker 2019

A carreira prolífica e variada de Arata Isozaki, vencedor do Prêmio Pritzker de 2019, inclui mais de 100 obras construídas em praticamente todos os continentes e nos oferece uma grande quantidade de informações relevantes para entender sua vida e arquitetura. Considerado o primeiro arquiteto japonês a desenvolver seu trabalho em uma escala verdadeiramente global, Isozaki mostra um cuidado especial em responder ao contexto e aspectos específicos de cada projeto, ampliando a noção de heterogeneidade em seu trabalho, o que resulta em uma variedade de estilos, do vernáculo ao tecnológico.

Conheça, a seguir, 20 fatos fascinantes sobre Arata Isozaki:

Conheça os 27 projetos premiados no 2019 AIANY Design Awards

O American Institute of Architects de Nova Iorque apresentou os vinte e sete projetos premiados no Design Awards de 2019. O juri do AIANY, composto por arquitetos, educadores, críticos e urbanistas independentes, levou dois dias para deliberar a sua decisão final à respeito do prêmio. Para cada uma das cinco categorias, os projetos vencedores receberam menções de “honra” ou “mérito”, escolhidos por suas qualidades propositivas, inovadoras e soluções técnicas.

Princeton University Embodied Computation Laboratory. Image © Pablo MarvelTanderrum Bridge. Image © Kristoffer PaulsonOculi House. Image © Michael MoranCornell Tech Tata Innovation Center. Image © Albert Vecerka+ 28

Moshe Safdie é laureado com o Prêmio Wolf 2019

Moshe Safdie foi laureado com o Prêmio Wolf de Arquitetura 2019. A honraria anual elege um vencedor nos campos da pintura, música, escultura ou arquitetura. Sendo um dos mais prestigiados prêmios internacionais de Israel, reconhece realizações no avanço da ciência e da arte para o bem da humanidade. Na escolha deste ano, o júri citou a carreira exemplar de Safdie motivada por preocupações sociais da arquitetura e experimentações formais.

Fachadas recicláveis e duradouras: 20 edifícios revestidos em zinco

O zinco é um elemento natural extraído do minério. É a sigla ZN, que aparece na temida Tabela Periódica, aquela que tanto nos atormentava nas aulas de química. Através de um processo metalúrgico para a queima das impurezas, a redução do óxido de zinco e o refino, ele assume uma aparência muito mais amigável, que são as chapas, bobinas e rolos utilizados na construção civil. A principal característica deste material é sua maleabilidade, que permite que seja trabalhado facilmente, permitindo revestir complexas formas em fachadas e coberturas das construções.

Edifícios do Parque Shelby Farms / Marlon Blackwell Architect + James Corner Field Operations

© Timothy Hursley© Timothy Hursley© Timothy Hursley© Timothy Hursley+ 42