Studio Bauhaus

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE FOTÓGRAFO

Projeto de escolas: a arquitetura como ferramenta educacional

Dentro do conjunto de debates no campo da arquitetura, a relação entre o desenvolvimento projetual e a educação – especialmente infantil – tem ganhado destaque. A relação entre o campo da arquitetura junto à sociologia e filosofia, por exemplo, é notória. Muitas vezes, ao desenvolver um projeto, discussões entre estes campos são imbuídas projetualmente como instrumento potencializante das relações entre espaço e usuário. Quando pensamos especificamente na tipologia educacional dedicada a crianças, tomamos mecanismos que vão muito além de questões físicas de ergonomia, mas pensamos na arquitetura como ferramenta educacional.

Arquitetura de madeira para crianças: projetando espaços aconchegantes e divertidos

Geometrical Space for a Two Kid Family / Atelier D+YBlue and Glue / HAO DesignPodgorje TimeShare Kindergarten and School / Arhitektura Jure KotnikMRN Kindergarten and Nursery / HIBINOSEKKEI + Youji no Shiro+ 71

O ambiente em que habitamos nos influencia diretamente. Quando pensamos nas crianças, é sempre desejável que consideremos que este ambiente seja seguro, acessível e, ao mesmo tempo estimulante, para que eles possam se mover e se desenvolver livremente sem colocar sua integridade física em perigo. Já falamos em outra oportunidade sobre como criar playgrounds dentro de casa, mas hoje, decidimos reunir uma série de exemplos que usam o calor e a versatilidade da madeira para criar interiores interativos, criativos e divertidos para as crianças.

Jardim de Infância e Berçário MRN / HIBINOSEKKEI + Youji no Shiro

© Studio BAUHAUS© Studio BAUHAUS© Studio BAUHAUS© Studio BAUHAUS+ 33

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  1113
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Archicad, AutoCAD, GANTAN BEAUTY INDUSTRY, Runon

Acústica mal projetada em salas de aula prejudica o desempenho e o bem estar dos alunos e professores

Poucas coisas irritam mais que a exposição a ruídos excessivos, por longos períodos de tempo ou a incapacidade de entender o que precisamos ouvir. Seja uma obra próxima, o tráfego de uma rodovia, o ar condicionado ou o vizinho aprendendo saxofone, pesquisas mostram que ruídos podem contribuir para doenças cardiovasculares, aumento de pressão, dores de cabeça, alterações hormonais, distúrbios no sono, redução no desempenho físico e mental e a redução do bem-estar. Por outro lado, em um ambiente acusticamente "confortável", além de ouvirmos o que desejamos, nos concentramos melhor e nos sentimos mais calmos.

A preocupação com a criação de ambientes acusticamente confortáveis é geralmente relegada a cinemas, salas de concertos e estúdios de gravação. Mas é particularmente importante em ambientes de aprendizado, como salas de aulas, já que influencia diretamente na relação ensino-aprendizagem. O desconforto acústico pode prejudicar o processo de aquisição de conhecimento, interferindo na atenção e piorando a comunicação entre aluno e professor.

The Threshold, The Secondary School / Paralelo Colectivo. Image © Luis BarandiaránSandal Magna Community Primary School / Sarah Wigglesworth Architects. Image © Mark Hadden PhotographySandringham Primary School / Walters & Cohen. Image © Dennis Gilbert / VIEWSonia Delaunay School / ADEN architectes. Image © Sergio Grazia+ 9

Escola Infantil SM / HIBINOSEKKEI + Youji no Shiro

© Studio Bauhaus
© Studio Bauhaus

© Studio Bauhaus© Studio Bauhaus© Studio Bauhaus© Studio Bauhaus+ 15

Berçário e Jardim de Infância Hanazono / HIBINOSEKKEI + Youji no Shiro

© Studio Bauhaus© Studio Bauhaus© Studio Bauhaus© Studio Bauhaus+ 28

Creche D.S / HIBINOSEKKEI + Youji no Shiro

© Studio Bauhaus© Studio Bauhaus© Studio Bauhaus© Studio Bauhaus+ 27

  • Arquitetos: HIBINOSEKKEI, Youji no Shiro
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  1464