Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Hufton + Crow

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE FOTÓGRAFO

Aeroporto Internacional de Beijing Daxing / Zaha Hadid Architects

© Hufton+Crow © Hufton+Crow © Hufton+Crow © Hufton+Crow + 40

Aeroporto  · 
Daxing, China

MiCasa Vol.C do Studio MK27 vence o Prix Versailles 2019 na categoria "lojas"

Os vencedores do Prix Versailles 2019 foram anunciados na sede da UNESCO em Paris. Ao todo, foram premiados 12 projetos nas categorias Lojas e Lojas, Shopping Centers, Hotéis e Restaurantes. Dentre os vencedores, o único brasileiro é o projeto MiCasa Vol.C, do Studio MK27 - Marcio Kogan + Marcio Tanaka.

O júri foi composto por David Adjaye, Kazuyo Sejima, Francesco Bandarin, Iris Van Herpen, Philippe Starck, Alondra de la Parra, Ferran Adiá e Thomas Vonier. Veja, a seguir, os premiados.

Henning Larsen vence Prêmio Europeu de Arquitetura 2019

© Hufton+Crow © Nic Lehoux © Hufton+Crow © Nic Lehoux + 8

O escritório dinamarquês Henning Larsen foi eleito vencedor do Prêmio Europeu de Arquitetura deste ano, um dos mais prestigiados prêmios de arquitetura da Europa. Organizado em conjunto pelo Centro Europeu de Arquitetura, Arte, Design e Estudos Urbanos e pelo Chicago Athenaeum, o prêmio é concedido anualmente desde 2010, reconhecendo profissionais cujo trabalho incorpora visão, comprometimento e um profundo respeito pela humanidade e pelo ambiente social e físico.

Os melhores projetos de arquitetura do mundo em 2019, eleitos pela Time

A lista World's Greatest Places 2019 da revista Time reúne os 100 melhores destinos no mundo para visitar, se hospedar, comer e beber. Selecionados pela equipe global de redatores e correspondentes da revista, os lugares foram avaliados segundo critérios de qualidade, originalidade, inovação, sustentabilidade e influência.

Dentre os lugares selecionados pela Time, reunimos a seguir os projetos de arquitetura que já foram publicados no ArchDaily. Conheça-os a seguir. 

Estações de trem: exemplos em planta e corte

Estações de trem: exemplos em planta e corte Estações de trem: exemplos em planta e corte Estações de trem: exemplos em planta e corte Estações de trem: exemplos em planta e corte + 31

Estações de trem são programas complexos que devem resolver não apenas a partida e a chegada dos comboios, mas também a circulação de passageiros, oferecer uma variedade de serviços e garantir a conexão entre os sistemas de transporte de uma cidade ou região. Profissionais de diferentes partes do mundo desenvolveram soluções diversas para este programa; veja, a seguir, 10 delas acompanhadas por seus desenhos. 

Concreto reforçado com fibras: resistência e leveza

A história do concreto remonta à Roma Antiga, há aproximadamente 2000 anos atrás. A mistura de pedra calcária, cinza vulcânica e água do mar, conhecida como “Concreto Romano”, possibilitou a construção de aquedutos, estradas e templos, muitos deles ainda de pé. Algum tempo atrás descobriu-se que essa mistura original forma um mineral chamado tobermorita aluminosa, que se torna mais forte com o passar do tempo.

Centro Heydar Aliyev / Zaha Hadid Architects. Image © Hélène Binet © Samuel McGuire © Samuel McGuire Fibras. Image Cortesia de Swisspearl + 10

O que é o grafeno e como ele pode revolucionar a arquitetura?

Desde que o grafeno foi isolado na Universidade de Manchester em 2004, muito tem se comentado sobre as propriedades deste promissor material. Diversas pesquisas têm sido desenvolvidas para uma gama de usos nas mais diversas indústrias. Sabe-se que o grafeno é um dos materiais mais fortes conhecidos pela ciência, composto por uma única camada de átomos de carbono, em uma malha hexagonal. Também, que é o material mais fino conhecido pelo homem, cerca de 200 vezes mais forte que o aço, mas 6 vezes mais leve. É excelente condutor de calor e eletricidade e possui interessantes habilidades de absorção de luz. Quando combinado com outros elementos (incluindo gases e metais) pode produzir diferentes materiais com propriedades muito superiores.

21 Projetos em que Kengo Kuma (re)usa materiais de maneiras incomuns

Kengo Kuma utiliza os materiais para se conectar com o contexto local e os usuários de seus projetos. As texturas e formas elementares dos materiais, sistemas construtivos e produtos são expostas e utilizadas em favor do conceito arquitetônico, valorizando as funções que serão executadas em cada edifício.

De vitrines feitas com telhas cerâmicas a painéis que filtram a luz com à luz peneirada criada por chapas metálicas expandidas, passando por um revestimento de poliéster etéreo, Kuma entende o material como um componente essencial que pode fazer a diferença na arquitetura, desde os estágios do projeto. Apresentamos, em seguida, 21 projetos nos quais Kengo Kuma usa e reúsa materiais de construção com maestria.

V&A Dundee / Kengo Kuma and Associates. Image © Hufton+Crow Camper Paseo de Gracia / Kengo Kuma & Associates. Image © ImagenSubliminal GC Prostho Museum Research Center / Kengo Kuma & Associates. Image © Daici Ano Archives Antoni Clavé / Kengo Kuma & Associates. Image © 11h45 + 44

Zaha Hadid Architects conclui primeiro estádio da Copa do Mundo de 2022 no Qatar

A construção do Estádio Al Janoub, o primeiro encomendado para a Copa do Mundo de 2022 no Qatar, foi concluída. Projetado por Zaha Hadid Architects em parceria com a Aecom e localizado na cidade de Al Wakrah, o estádio foi concebido em 2013 e concluído no último dia 16 de maio.

© Hufton+Crow © Hufton+Crow © Hufton+Crow © Hufton+Crow + 19

Estádio Al Janoub / Zaha Hadid Architects

© Hufton + Crow © Hufton + Crow © Hufton + Crow © Hufton + Crow + 49

Estádios  · 
Al Wakrah, Catar

Os 11 projetos mais influentes dos 11 anos do ArchDaily

ArchDaily faz 11 anos! Para comemorar a ocasião, queremos compartilhar com você os onze projetos mais visitados por nossos leitores durante esta incrível jornada. Desde os clássicos indiscutíveis e atemporais de arquitetos como Le Corbusier e Ludwig Mies van der Rohe, até os trabalhos pioneiros de arquitetos como Zaha Hadid e OMA, passando pelo delicado trabalho do Gabinete de Arquitectura, esses 11 exemplos nos ensinam lições valiosas sobre a arquitetura, principalmente como projetar para requisitos específicos, sem perder a criatividade e beleza do projeto arquitetônico.

Em nome do ArchDaily, queremos agradecer todos os arquitetos que compartilham conosco a melhor arquitetura do mundo, ajudando-nos a inspirar profissionais de todo o globo a construir cidades melhores.

A atmosfera criada pela iluminação zenital em 20 projetos de arquitetura

Talvez a abertura zenital mais célebre já construída seja o Panteão de Roma, encomendado por Marco Vipsânio Agripa durante o reinado do imperador Augusto (r. 27 a.C.–14 d.C.) e reconstruído por Adriano (r. 117–138) por volta de 126. No ponto mais alto da sua cúpula (neste caso, o óculo) brilha a luz do sol, lançando seus feixes sobre as várias estátuas de divindades planetárias que ocupam os nichos nas paredes. A luz que adentra o espaço simbolizava uma dimensão cósmica, sagrada. A luz natural continua cumprindo esse papel cênico, quando bem utilizada, sobretudo em projetos religiosos.

Caracteriza-se iluminação zenital como a que vem de cima, do céu (zênite). Muito útil para espaços grandes que não possam ser adequadamente iluminadas por janelas, as claraboias são um artifício amplamente usado e que proporcionam uma luz difusa agradável ao espaço. Geralmente toma-se o cuidado que não permitam a entrada do sol, para não aquecer demasiadamente o local e devem ser bem projetadas e construídas para que não sejam pontos de infiltração de água. Veja, abaixo, uma coletânea de projetos que utilizam essa solução:

© Mathias Kestel © Hufton + Crow © Christian Richters © Andrew Lee + 44

Clínica e Centro Comunitário Punggol / Serie Architects + Multiply Architects

© Hufton + Crow © Hufton + Crow © Hufton + Crow © Hufton + Crow + 18

Anunciados os projetos finalistas para o EU Mies Award 2019

A Comissão Européia e a Fundação Mies van der Rohe anunciaram as 40 obras pré-selecionadas que concorrerão ao Prêmio da União Européia de Arquitetura Contemporânea - Prêmio Mies van der Rohe de 2019. O Prêmio, do qual o ArchDaily é parceiro de mídia, partiu de 383 trabalhos nomeados pelo júri para uma seleção de 40 finalistas, celebrando as tendências e oportunidades da reutilização adaptativa, habitação e cultura em toda a Europa.

Centro cultural da juventude de Nanjing / Zaha Hadid Architects

© Hufton + Crow
© Hufton + Crow

© Hufton + Crow © Hufton + Crow © Hufton + Crow © Hufton + Crow + 32

Nanjing, China

Os melhores arranha-céus de 2018

1: Lotte World Tower / Kohn Pedersen Fox Associates with Baum Architects. Image © Tim Griffith
1: Lotte World Tower / Kohn Pedersen Fox Associates with Baum Architects. Image © Tim Griffith

A Emporis anunciou os resultados do seu prêmio Emporis Skyscraper, que reconhece os melhores edifícios em altura construídos no ano anterior. Nesta edição, o prêmio principal foi concedido à Lotte World Tower em Seul, Coreia do Sul, projetada por Kohn Pedersen Fox Associates e Baum Architects. A torre mais alta da Coreia do Sul também conta com o deck de observação com piso de vidro mais alto do mundo, oferecendo uma vertiginosa vista de 555 metros de altura.

Zaha Hadid: a mente criativa do século XXI

Este artigo foi originalmente publicado pela Autodesk Redshift como "Respect: Architect Zaha Hadid, Queen of the Curve."

Em março de 2016, uma avassaladora notícia surpreendeu e chocou arquitetos ao redor do mundo. Em um hospital de Miami, Zaha Hadid - uma das personalidades mais importantes e reconhecidas do mundo da arquitetura - havia falecido vítima de um ataque cardíaco fulminante.

A renomada arquiteta britânica - nascida no dia 31 de outubro de 1950 no Iraque, educada em Beirute e reconhecida como a "Rainha das Curvas" - transformou-se em uma lenda da nossa época. Suas elegantes e complexas formas arquitetônicas foram construídas nos quatro cantos do mundo, uma carreira meteórica e inspiradora que lhe rendeu o Prêmio Pritzker em 2004, tornando-se a primeira mulher a receber tal honraria, além da medalha de ouro do Royal Institute of British Architects em 2016. Zaha Hadid transcendeu as restrições da velha guarda de nossa profissão, um campo quase que exclusivamente dominado por figuras masculinas.

© MIR KAPSARC (King Abdullah Petroleum Studies and Research Centre) / Zaha Hadid Architects . Imagem © Hufton + Crow Cortesia de Zaha Hadid Architects 520 West 28th / Zaha Hadid Architects . Imagem © Hufton + Crow + 18

Museu de Arte Moderna MO / Studio Libeskind

© Hufton + Crow
© Hufton + Crow

© Hufton + Crow © Hufton + Crow © Hufton + Crow © Hufton + Crow + 30

Museu  · 
Vilnius, Lituânia