Fernando Alda 

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE FOTÓGRAFO

10 Detalhes construtivos de pátios residenciais

Casa de los Pinos / XPIRAL. Image Casa Holmberg / Estudio Borrachia. Image Casa Tacuari / moarqs. Image Casa Patio / Ezequiel Spinelli + Facundo S. López. Image + 21

A entrada de luz natural, a melhoria das condições de ventilação e a possibilidade de potenciar a ligação com a natureza, sem que isso implique uma perda de privacidade, têm levado os pátios a se tornarem elementos frequentemente adotados e incorporados em muitos projetos arquitetônicos.

Os pátios caracterizam-se por serem áreas abertas ou semicobertas, localizadas no interior de edifícios e têm seus perímetros delimitados por paredes, galerias ou outros elementos. Estes espaços, externos mas contidos, em muitos casos desempenham um papel crucial na configuração e organização do projeto e, em alguns casos, representam a conexão entre os moradores e o exterior.

Smart Tree: Reutilização de Resíduos da UMA / Alberto García Marín + Juan Manuel Sánchez La Chica

© Fernando Alda© Fernando Alda© Fernando Alda© Fernando Alda+ 18

Málaga, Espanha
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  87
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2020
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: PERI, Siarsa, Sun Power, Titanlux, iGuzzini

100 Apartamentos em Aluche / Burgos & Garrido arquitectos

© Fernando Alda© Fernando Alda© Fernando Alda© Fernando Alda+ 25

  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Adobe, AutoDesk, Microsoft Office

Edifício industrial Brigadas & Promedio Centro / Estudio Arquitectura Hago

© Fernando Alda© Fernando Alda© Fernando Alda© Fernando Alda+ 40

Villanueva de la Serena, Espanha

Escritório da Cruz Vermelha em Ceuta / endosdedos arquitectura

© Fernando Alda© Fernando Alda© Fernando Alda© Fernando Alda+ 40

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  2289
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2020
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Hermosilla Bernal, Sutega

Arquitetura marítima: bibliotecas costeiras ao redor do mundo

À medida que a arquitetura evolui para incluir novas soluções técnicas e tecnológicas, sistemas estruturais inovadores e programas híbridos, antigos programas e tipologias vão sendo ressignificados. Em busca de desenvolver uma prática de arquitetura mais sustentável, incorporando estratégias passivas, sistemas construtivos e materiais locais, arquitetos e arquitetas estão reinventando a maneira como concebemos e construímos nossos edifícios. Neste contexto, projetos culturais como Bibliotecas, Mediatecas e Centros Culturais são uma excelente oportunidade  para explorar novas tipologias e soluções. Isso se faz ainda mais evidente quando estes edifícios encontram-se implantados em contextos únicos e paisagens urbanas em pleno processo de transformação.

© Tuomas Uusheimo© Fernando Alda© Luc Boegly© Taisuke Ogawa+ 10

Frank Gehry: comprometimento com a forma

Frank Gehry, nascido no dia 28 de fevereiro de 1929, completa hoje 92 anos. Conhecido pelo uso de formas ousadas e materiais incomuns, Gehry se tornou um dos arquitetos mais aclamados do século XX, ganhando especial notoriedade com o projeto para o Museu Guggenheim em Bilbao.

Walt Disney Concert Hall. Imagem © Dave ToussaintVitra Museum. Imagem © Liao YushengBiomuseo. Imagem © Fernando AldaCleveland Clinic Lou Ruvo Center. Imagem © Matthew Carbone+ 20

Casa na Ladeira / Estudio Juan Domingo Santos

© Fernando Alda© Fernando Alda© Fernando Alda© Fernando Alda+ 24

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  396
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2006
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Alberto Rodríguez Puertas Metálicas, AutoDesk, Cauchil SL, Cristalería Herrera e Hijos SL, La Alpujarreña, +4

Feito para durar: as contribuições do aço inoxidável à arquitetura

Pouco antes da Primeira Guerra Mundial, Harry Brearley (1871-1948), que já trabalhava como operário em uma metalúrgica desde os 12 anos de idade, desenvolveu o primeiro aço inoxidável. Buscando resolver um problema de desgaste das paredes internas das armas do exército britânico, ele acabou obtendo uma liga metálica resistente à corrosão, agregando cromo ao ferro fundido. A invenção encontrou aplicações em quase todos os setores da indústria, desde a produção de talheres, equipamentos de saúde, cozinha, indústria automotiva, entre muitas outros, substituindo materiais tradicionais como o aço carbono, cobre e até alumínio. Na construção civil isso não foi diferente e o aço inoxidável logo foi incorporado às edificações.

Museu IBERO / EDDEA

© Fernando Alda© Fernando Alda© Fernando Alda© Fernando Alda+ 21

Jaén, Espanha
  • Arquitetos: EDDEA
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2016
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Torresfire

Casas de menos de 100 m²: 30 exemplos de plantas

O desafio de projetar uma casa com um orçamento apertado e metros quadrados escassos, juntamente com o dever essencial de responder corretamente aos requisitos específicos do usuário, pode ser uma das atribuições mais motivadoras e provocativas para um arquiteto. Como aproveitar o espaço da melhor maneira? Como evitar o desperdício de material? Como antecipar a possível expansão futura da habitação? Como desenvolver uma arquitetura simples e ao mesmo tempo entregar um alto valor a seus habitantes?

Mergulhamos em nossa biblioteca de obras para ajudá-lo neste processo, selecionando 30 casas que oferecem soluções arquitetônicas interessantes em 70, 80 e 90 metros quadrados.

Como transformar um ambiente interno poluído em um lar saudável

Com a maior parte do mundo vivendo em cidades e comunidades em crescimento, as pessoas tendem a passar a maior parte do tempo em ambientes internos. Quando não estamos em casa, estamos trabalhando, aprendendo ou até participando de atividades divertidas em ambientes fechados e construídos. Ao todo, 90% do nosso tempo é ocupado em interiores. É essencial garantir uma qualidade ambiental interna confortável, produtiva e saudável, seguindo parâmetros e práticas de projeto bem regulados que considerem temperatura, iluminação, poluição sonora, ventilação adequada e a qualidade do ar que respiramos. Este último é especialmente importante, pois, ao contrário do que podemos pensar, a poluição do ar é muito maior no interior do que no exterior.

Espelhos na arquitetura: possibilidades de espaços refletidos

Mirror Garden / ARCHSTUDIO. Image © Ning Wang
Mirror Garden / ARCHSTUDIO. Image © Ning Wang

KAP-House / ONG&ONG Pte Ltd. Image © Derek SwalwellSi estas paredes hablasen / Serrano + Baquero Arquitectos. Image © Fernando AldaPH José Mármol / Estudio Yama. Image © Javier Agustin RojasThe Mirror Window / Kosaku Matsumoto. Image © Nobutada Omote+ 39

Os seres humanos usam espelhos desde 600 aC, empregando a rocha obsidiana altamente polida como superfície reflexiva básica. Com o tempo, as pessoas começaram a usar pequenos pedaços de ouro, prata e alumínio de maneira semelhante, tanto por suas propriedades refletivas quanto por decoração. No século I dC, as pessoas começaram a usar o vidro para fazer espelhos, mas foi apenas durante o Renascimento Europeu que os fabricantes venezianos começaram a fabricar espelhos aplicando suportes metálicos nas folhas de vidro, permanecendo o método geral mais comum hoje em dia. Desde então, os espelhos continuam a desempenhar papel decorativo e funcional na arquitetura, proporcionando uma estética moderna e limpa, apesar de suas origens antigas. Abaixo, investigamos como os espelhos são feitos, fornecemos um pouco de sua história na arquitetura e oferecemos várias dicas para arquitetos que desejam usá-los em seus projetos.

Como a iluminação de néon pode moldar a arquitetura

Garage Screen Cinema / SYNDICATE Architects. Image © Daniel AnnenkovCamper NYC Store / CAMPER + Jonathan Olivares. Image Courtesy of Alexander HaasGarage Screen Cinema / SYNDICATE Architects. Image © Daniel AnnenkovEL MAMA & LA PAPA Bar Restaurant / El Equipo Creativo. Image © Adria Goula+ 29

As luzes de néon são uma afirmação ousada e cosmopolita que pode facilmente revitalizar ou acentuar um espaço ou estrutura arquitetônica. Com brilho atraente, uma infinidade de opções de cores e vínculos com uma estética retrô, essas peças de iluminação podem fazer com que um espaço pareça simultaneamente moderno e nostálgico. No entanto, poucos compreendem o funcionamento científico ou as propriedades materiais do néon, e muitos arquitetos negligenciam seu uso devido à sua estreita associação com sinalizações comerciais. Abaixo, exploramos como o néon funciona, sua história arquitetônica e como os arquitetos podem continuar a usá-lo hoje.

Casas de tijolo no Equador: projetos contemporâneos com alvenaria aparente

Casa en el Carrizal / Daniel Moreno + Sebastián Calero. Image © Lorena Darquea
Casa en el Carrizal / Daniel Moreno + Sebastián Calero. Image © Lorena Darquea

La casa del silencio / Natura Futura Arquitectura. Image Casa CM / Sergio Zalamea. Image Casa Melania / CASTILLO + VALDIVIESO arquitectos. Image Casa de las tejas voladoras / Daniel Moreno Flores. Image + 21

O tijolo cerâmico é um dos materiais construtivos mais usados na cultura arquitetônica latino-americana. A diversidade e versatilidade da alvenaria deu origem a uma grande variedade de usos e aplicações. Seja por fatores econômicos ou estéticos, o tijolo é muitas vezes usado de forma aparente – sem revestimentos ou acabamentos externos – mostrando grande riqueza associada a suas texturas e tons.

100 Espaços públicos: de pequenas praças a parques urbanos

© DuoCai Photograph
© DuoCai Photograph

© Gianluca Stefani© Thomas Zaar© Tomasz Zakrzewski© Sebastien Michelini+ 112

A chave para projetar ou recuperar com sucesso os espaços públicos de uma cidade é criar estratégias que favoreçam seu uso e os capacitem como ponto de encontro. Independentemente da escala, entre alguns dos aspectos mais importantes estão: o desenho informado pelas necessidades das pessoas; a consideração da escala humana; e uma mistura de usos que permita multifuncionalidade e flexibilidade e proporcione conforto e segurança. 

Para lhe inspirar a projetar lugares de encontro e lazer, de praças a parques, de mirantes a playgrounds infantis, reunimos a seguir 100 espaços públicos de todas as escalas. 

Passeio Marítimo Torrequebrada / El Muelle Arquitectos

© Fernando Alda© Fernando Alda© Fernando Alda© Fernando Alda+ 18

Benalmádena, Espanha
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  3480
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019