1. ArchDaily
  2. Noticias de Arquitetura

Noticias de Arquitetura

Casas brasileiras: 20 residências e refúgios rurais

Casa HC / João Diniz Arquitetura © Bel DinizCasa 03 / Kiko Salomão © Fran ParenteCasa de Meia Encosta / Denis Joelsons + Gabriela Baraúna Uchida © Pedro KokFazenda Catuçaba / Studio MK27 - Marcio Kogan + Lair Reis © Fernando Guerra | FG+SG+ 21

Grandes cidades se tornaram os lugares mais perigosos durante a pandemia, além disso, toda a situação pandêmica validou o trabalho remoto e colocou em questão a necessidade de morar em centros urbanos e densos. Por esse motivo, o êxodo urbano provavelmente será um tema constante num futuro próximo e levantará grandes discussões no campo da arquitetura e urbanismo sobre como lidar com esse movimento.

Acolhimento, tratamento e encontro: 10 projetos de arquitetura pensados para mulheres

Apesar da legislação de muitos países estabelecer direitos iguais para homens e mulheres, a desigualdade de gênero e todas as suas consequências ainda são sentidas diariamente por meninas e mulheres em diferentes partes do mundo. O sistema patriarcal, enraizado em muitas sociedades ao longo dos séculos, foi responsável por uma desigualdade de poder entre os gêneros que, nos casos mais extremos, reflete-se na violência e no feminicídio.

The Women’s House of Ouled Merzoug / Building Beyond Borders Hasselt University. Imagem: © Thomas NocetoSede Castanhas de Caju / Estudio Flume. Cortesia de Estudio FlumeCentro de Oportunidade para Mulheres / Sharon Davis Design. Imagem: © Elizabeth FelicellaAbrigo para Vítimas de Violência Doméstica / Amos Goldreich Architecture + Jacobs Yaniv Architects. Imagem: © Amit Geron+ 11

Fardos de palha: construindo paredes eficientes com resíduos da agricultura

Apesar de uma péssima reputação em histórias infantis, construções em palha podem, sim, ser sustentáveis, confortáveis e, acima de tudo, resistentes e sólidas. Diversas pesquisas e experimentações têm sido realizadas com esse resíduo da agricultura, qualificando-o como um material interessante para a construção de paredes, com boas características térmicas, acústicas e até mesmo estruturais. Além disso, é um recurso renovável e de construção simples. A seguir, falaremos sobre as características desse material e sobre como seria preciso muito mais que o sopro de um lobo mau para derrubar uma casa feita de paredes de palha. 

Reuso criativo de portas e janelas em 10 projetos de arquitetura

Casa Pública Kamikatz / Hiroshi Nakamura & NAP. Image © Koji Fujii / Nacasa and Partners Inc.
Casa Pública Kamikatz / Hiroshi Nakamura & NAP. Image © Koji Fujii / Nacasa and Partners Inc.

Quando um material se torna obsoleto porque não cumpre mais sua função original adequadamente ou simplesmente é relegado para segundo plano por causa de reformas, ampliações ou demolições - somando-se à pilha de entulho que se transformará em desperdício - na grande maioria dos casos ele pode ser reparado, reutilizado e reciclado para recomeçar um novo ciclo de vida. Entretanto, com alguns elementos de construção, esta recuperação representa um desafio maior do que com outros, e sua reutilização pode nem sempre ser tão simples. No caso de portas e janelas, por exemplo, a demolição ou desmontagem deve ser muito mais cuidadosa se houver interesse em reciclar tais objetos, e algumas inspeções devem ser realizadas posteriormente para verificar o estado das peças e considerar possíveis custos de reforma. Também é verdade que este interesse em recuperar itens antigos nem sempre está presente, já que em muitos casos os proprietários priorizam o uso de peças novas e regulares que proporcionam uma certa uniformidade a todo o projeto.

Como evitar o colapso do transporte coletivo pós-pandemia

O sistema de transporte coletivo nas grandes cidades brasileiras já estava em crise anterior à pandemia do coronavírus. Operadores de transporte viram a demanda de passageiros cair gradualmente ao longo das últimas décadas, em um cenário envolvendo múltiplos fatores como: políticas urbanas incentivando o uso do transporte individual; espraiamento urbano, perdendo ganhos de escala no atendimento de periferias; congestionamentos crescentes; rotas cada vez mais defasadas em relação aos padrões de deslocamento das cidades; a exigência crescente de transferências/baldeações nas rotas realizadas pelos passageiros; a depreciação das frotas e da qualidade de serviço; o aumento da renda da população, com a adoção de alternativas como o automóvel individual, a motocicleta e, ainda, serviços de transporte individual por aplicativo; e, acima de tudo, tarifas de transporte coletivo cada vez mais altas.

Arquitetura educacional: 26 edifícios universitários ao redor do mundo

As universidades são territórios caracterizados pela relação intrínseca entre as atividades de ensino, pesquisa e extensão. Como entidades pluridisciplinares responsáveis pelo cultivo e divulgação do conhecimento, as diferentes instituições que constituem uma universidade não só traduzem espacialmente (de forma direta ou indireta) os princípios relacionados à promoção do ensino, pesquisa e extensão, mas também são palco das múltiplas dinâmicas e atividades que fazem parte do espaço universitário.

Universidade de Mpumalanga / GAPP Architects & Urban Designers. Imagem: © Tristan McLarenFaculdade de Medicina Veterinária da Universidade de Cornell / WEISS/MANFREDI. Imagem: © Albert Večerka/EstoEscola de Medicina da Universidade de Limerick / Grafton Architects. Imagem: © Dennis GilbertFaculdade de Arquitetura e Desenho Ambiental / Patrick Schweitzer & Associés. Imagem: © Jules Toulet+ 27

Todos os plásticos são recicláveis? Conheça uma nova tecnologia que recupera rejeitos de plástico e vidro

Ao passo que nem todos os plásticos são reciclados, mesmo aqueles que exibem o sinal de reciclagem, o problema global causado por estes resíduos continua muito longe de ser resolvido. A reciclagem, geralmente determinada por fatores como demanda, legislação e economia, consome cerca de 20% da produção anual de plásticos, deixando uma grande quantidade não resolvida, destinada a durar para sempre em nosso ambiente. Além disso, ao competir com materiais recém-produzidos, os plásticos reciclados precisam atender aos padrões de qualidade e valor, bem como ser submetidos a uma transformação sustentável, eficiente e economicamente viável.

A ROGP ou Rejects of Glass & Plastics Technology é uma abordagem inovadora que redireciona tipos de plástico rotulados como materiais não recicláveis devido à sua complexidade técnica ou problemas relacionados à economia.

Deck ROGP para o projeto Cubetto - parte do MEDS 2018 - de Eugenio Chironna e Alexandre Marguerie. Imagem © Jan Von Der Heyde© Charbel Tannous. Cortesia de  Development Inc.Cortesia de Development Inc.© Charbel Tannous. Cortesia de  Development Inc.+ 13

Ladrilhos hidráulicos: Como são fabricados e quais as possibilidades de desenho?

Ladrilhos hidráulicos são revestimentos produzidos de forma completamente artesanal, com matéria prima à base de cimento. Trata-se de uma opção bastante versátil pois ele é frequentemente utilizado em áreas públicas, como praças e calçadas; mas também pode ser utilizado em áreas específicas como bordas de piscinas e/ou rampas de estacionamento, por exemplo. Também se faz cada vez mais presente como revestimento de interiores residenciais de alto padrão aplicado como revestimento de piso, parede ou até mesmo de mobiliários. Isso se deve ao seu alto poder de personalização de cores e modelos, conferindo unidade e exclusividade à cada projeto. 

Apartamento Pompeia / Estúdio DEIXA. Image © Paul BessaApartamento Bella / Casulo. Image © Joana FrançaCasa Brooklin / Gema Arquitetura. Image © Luis GomesApartamento AMRA7 / Piratininga Arquitetos Associados + Bruno Rossi Arquitetos. Image © Nelson Kon+ 22

Arquitetura mexicana: 15 escadas escultóricas

Entrepinos / Taller Hector Barroso. Image © Rory GardinerCasa Flotante / Talleresque. Image © Studio ChirikaOficinas SMA-GSM / Sordo Madaleno Arquitectos. Image © Rafael GamoCENTRO / TEN Arquitectos. Image © Luis Gordoa+ 16

Um dos elementos de maior potencial escultórico da arquitetura é a circulação vertical – sejam rampas ou escadas. E apesar de serem frequentemente desenhadas a partir de uma abordagem puramente funcionalista, em alguns momentos tornam-se a peça fundamental do espaço. 

Andar a pé eu vou: como podemos defender cidades para pedestres?

Hoje, dia 08 de agosto, é comemorado o Dia Mundial do Pedestre. A data ficou reconhecida pela foto icônica dos Beatles atravessando a Abbey Road, em 1969. Estamos em 2020, mais de cinquenta anos se passaram e ainda encontramos muitas dificuldades em ser pedestre nas cidades: quantas vezes você enfrentou o desafio de atravessar a rua? Ou de ter que caminhar por calçadas estreitas e mal iluminadas?

Edifício "carbono zero" do FCBStudios é aprovado pelas autoridades de planejamento de Londres

Um novo edifício corporativo "carbono-zero", projetado pelo escritório FCBStudios, acaba de ser aprovado pelas autoridades municipais de Londres. Intitulado Paradise, o projeto recupera e transforma uma antiga estrutura industrial localizada no distrito de Vauxhall.

Cortesia de FCBStudiosCortesia de FCBStudiosCortesia de FCBStudiosCortesia de FCBStudios+ 6

Casas com pátios laterais: soluções de iluminação e ventilação natural em terrenos estreitos

Casa 7x37 / CR2 ArquiteturaCasa RL / COA AssociadosCasa Brooklin / Galeria ArquitetosCasa granja Julieta / Jamelo Arquitetura+ 21

Pátios e jardins exteriores desempenham um papel fundamental na configuração e organização do espaço. Em muitos casos, estes elementos fornecem diretrizes para a organização de percursos, articulando espaços interiores e exteriores, proporcionando melhores condições de iluminação e ventilação natural, além de maximizar a conexão com a natureza sem no entanto, abrir mão da privacidade.

De onde virá a inovação na arquitetura?

Agora, mais do que nunca, a arquitetura precisa de inovação. A pandemia nos fez repensar fundamentalmente o funcionamento de nossas cidades, espaços públicos, prédios e casas. Enquanto isso, os recentes protestos do Black Lives Matter e a justiça racial nos questionam sobre cumplicidade da arquitetura em questões socioeconômicas mais amplas. Esses desafios são prementes, e não podemos mais adiar as mudanças na arquitetura.

Patrimônio em risco: GSI quer instalar torres antidrones em palácios de Brasília

O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) contratou, por R$ 2,49 milhões, um sistema de detecção e “neutralização” de drones que prevê instalação de antenas de até 20 metros sobre os Palácios do Planalto, da Alvorada e do Jaburu, para proteger o presidente da república e a cúpula do poder executivo. No entanto, apesar da urgência alegada pelo órgão comandado por general Augusto Heleno para tal projeto, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) está barrando a obra. 

Incorporando acústica adequada em projetos com estruturas aparentes

O desafio de desenvolver projetos de conforto, sobretudo acústico, é um tanto quanto ingrato, uma vez que só prestamos atenção nele quando não funcionam adequadamente nos espaços. São muitas as queixas comuns: ouvir mais a conversa da sala ao lado do que a que ocorre no seu espaço, ter que gritar para ser entendido por alguém ao seu lado ou ouvir ecos excessivos nos ambientes que tornam o convívio exaustivo. Justamente esse último problema é bastante comum em espaços com estruturas aparentes, sem materiais de revestimentos. Por geralmente serem materiais pouco absorventes acusticamente, como concreto, vidros ou metais, é bastante comum que espaços com estéticas mais industriais apresentem tempo de reverberação alto. Isso quer dizer que um som emitido demora a desaparecer, pois continua refletindo nas superfícies do espaço e juntando-se aos outros sons produzidos, criando um ruído incômodo e reduzindo a compreensão das falas.

A urbanização de Xangai: vitrine de uma nova China

Em 2013, o filme “Ela”, onde o protagonista se apaixona por uma assistente virtual, tentava representar um futuro não tão distante de uma realidade relativamente distópica. Apesar da cidade representada ser, provavelmente, uma Los Angeles futurista, as filmagens foram feitas em Xangai. Depois de visitar a cidade, acredito que foi uma decisão acertada, dada a atmosfera constante que leva a essa temática. Lembro de me encontrar sobre uma gigantesca passarela de pedestres circular sobre a rotatória Mingzhu, que liga importantes avenidas no coração de Pudong, o atual centro de negócios de Xangai. À minha frente vejo a bizarra Oriental Pearl Tower, torre de TV com 467 metros de altura construída por uma estatal chinesa em 1994. Quando olho para trás e para cima e vejo a Shanghai Tower, segundo maior edifício do planeta com impressionantes 632 metros de altura, o impacto é ainda maior. Esta é a imagem de Xangai para o mundo, a vitrine de uma nova China, quebrando paradigmas e atingindo os céus.

Lilongs, na Velha Shanghai próximo à zona turística do Yu Garden. Imagem © Anthony LingHuaihai Road, espécie de “Quinta Avenida” de Shanghai. Trilhos do Maglev, ligando o centro da cidade ao aeroporto: o trem elétrico pode atingir velocidade comercial de 431 km/h. Imagem © Anthony LingXintiandi, o modelo “Disney”: destino turístico da cidade onde a arquitetura foi totalmente refeita, com pouca preservação histórica. Imagem: Fabio Achilli/Flickr+ 9

SOM projeta sede global da Hytera em Shenzhen, China

Hytera, uma das maiores fabricantes mundiais de sistemas de rádio e comunicação, convidou o escritório SOM para projetar sua sede global em Shenzhen, China. Integrado ao contexto, o projeto faz coro a outras empresas de tecnologia emergentes da cidade e introduz uma nova tipologia de espaço para escritórios, além de ativar o espaço público do entorno imediato.

Courtesy of SOMCourtesy of SOMCourtesy of SOMCourtesy of SOM+ 15

Espaços para respirar – XV Seminário Internacional da Escola da Cidade

Em uma das cidades mais atingidas pela pandemia de Covid-19 do país – São Paulo – e diante da sufocante crise socioambiental que assola o mundo e o nosso tempo, como arquitetas, arquitetos e urbanistas podem se posicionar e, efetivamente, agir contra a asfixia generalizada e pelo direito fundamental de respirar, de existir e de habitar a Terra?

RIBA anuncia vencedores do concurso para projetos pós-pandêmicos

O Royal Institute of British Architects (RIBA) anunciou três vencedores do concurso internacional de projeto Rethink: 2025. Buscando projetos para um mundo pós-pandemia, a competição convidou arquitetos e estudantes a imaginar como será a vida e o ambiente construído até 2025. No total, foram mais de 147 inscrições vindas de 18 países, todas procurando reinventar a vida cotidiana.

Dinâmica dos fluidos: piscinas icônicas ao redor do mundo

Os complexos aquáticos são definidos por atividades. Contendo espaços destinados a exercícios físicos e atividades de lazer, eles são projetados para acolher diferentes escalas de movimento. Em sua essência, eles se concentram em piscinas, estruturas que exploram ideias de luz e espaço ao longo de milênios, desde o "Grande Banho" do Paquistão, em Mohenjo-Daro e antigas estruturas gregas, até complexos de natação contemporâneos.

© Jack Hobhouse© Edouard Decam© Fernando Guerra | FG+SG© Shai Gil+ 11

Saberes construtivos indígenas revelam soluções para edificações contemporâneas

O estigma de arquitetura rudimentar somado aos ideais de tecnologia enquanto high tech relegam os saberes construtivos indígenas a um imaginário pré-histórico. Esse padrão, o qual aponta para uma direção inequívoca do progresso, revela a chamada colonialidade do saber, conceito do sociólogo peruano Aníbal Quijano que escancara o lado oculto da modernidade: produzir hierarquias entre povos, o que mantém a América Latina, em especial seus povos originários, como subalterna. Em outras palavras, tendemos a pensar que o conhecimento que representa o futuro é produzido em outras terras, localizadas no Norte Global.

As tecnologias construtivas indígenas garantiram ao Centro Sebrae de Sustentabilidade o prêmio de edificação em uso mais sustentável da América Latina em 2018. Foto: Centro Sebrae de Sustentabilidade/Wander LimaA estrutura da construção dentro do Ekôa Park, em Morretes, é composta por bambu em feixes e treliças, materiais abundantes na região. Foto: Tomaz LotufoBeiral das moradias Xerente. O detalhe arquitetônico será preservado e valorizado no projeto do Centro de Fortalecimento da Cultura Xerente, que foi desenvolvido com a participação da comunidade. Foto: Tomaz LotufoApesar das paredes em vidro, o edifício tem beirais que mantém a temperatura interna, inspirado nas construções Yawalapit que são exemplares na arquitetura bioclimática. Foto: Centro Sebrae de Sustentabilidade/Wander Lima+ 5

Nova loja da Apple projetada por Foster + Partners é inaugurada em Sanlitun, Pequim

O escritório britânico Foster + Partners concluiu a transformação da loja da Apple em Sanlitun, bairro de Pequim, China. Originalmente construída em 2008, a primeira loja da Apple na China foi relocada para as proximidades do edifício original, buscando um “novo diálogo com as ruas de pedestres da região".

© Chaoying Yang© Chaoying Yang© Chaoying YangCortesia de Apple+ 5

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.