Fachadas têxteis: 10 projetos que exploram a leveza e translucidez deste material

Fachadas têxteis: 10 projetos que exploram a leveza e translucidez deste material

CO2 Pavilion Beijing / Superimpose Architecture. Image © Beijing Shardisland Technology Co., Ltd.Endesa World Fab Condenser / MARGEN-LAB. Image © Adrià GoulaEdificio de viviendas Sucre 812 / Ana Smud + Alberto Smud. Image © Javier Agustín RojasAcademia Textil NRW / slapa oberholz pszczulny | sop architekten. Image © Thomas Mayer+ 21

Sejam produzidos com matérias primas orgânicas ou sintéticas, tecidos têm sido amplamente utilizados na arquitetura desde os tempos mais remotos. No entanto, sua aplicação em larga escala veio a acontecer apenas após a revolução industrial e a popularização de novas tecnologias—ou seja, a possibilidade de se produzir membranas têxteis de alta qualidade e em grandes dimensões, capazes de cobrir edifícios inteiros e vencer grandes vãos. Comumente utilizadas de forma tencionada, as membranas têxteis ajudaram a moldar o imaginário da arquitetura contemporânea, sendo utilizadas em pavilhões, estádios e edifícios dos mais variados tipos e tamanhos.

As múltiplas vantagens deste material, como a sua elasticidade, leveza e desempenho acústico, somado a sua qualidade para filtrar a luz natural controlando a privacidade e permitindo minimizar o maximizar o ganho térmico, fez das membranas uma solução apropriada tanto para edifícios temporários quanto permanentes. Além disso, seu comportamento ambíguo em relação à luz confere às obras uma expressividade dupla, fachadas que se revelam de distintas formas de acordo com as condições de iluminação natural: durante o dia, estas fachadas se revelam opacas, enquanto à noite, se transformam em faróis iluminados e cheios de vida.

Para ilustrar alguns exemplos de composição de fachadas têxteis, apresentaremos a seguir uma seleção de dez projetos de arquitetura localizados em diversas regiões do planeta, os quais se apropriam de forma criativa deste dinâmico material:

Edifício de apartamentos Sucre 812 / Ana Smud + Alberto Smud

  • Localização: Argentina (Buenos Aires)
  • Ano: 2020

A sala de estar de cada unidade ocupa toda a largura da unidade e seus caixilhos possibilitam a fusão com a varanda, construindo um novo espaço de transição entre o aberto e o coberto, entre o exterior e o interior. A fachada do edifício acompanha este processo de transição: os painéis de correr de tecido esticado, enquanto colaboram com o controle térmico, luminotécnico, a absorção acústica e a economia de energia, geram - ao longo do dia - diálogos diferentes entre aqueles que vivem na casa e o ambiente que a contém.

Edificio de viviendas Sucre 812 / Ana Smud + Alberto Smud. Image © Javier Agustín Rojas
Edificio de viviendas Sucre 812 / Ana Smud + Alberto Smud. Image © Javier Agustín Rojas
Edificio de viviendas Sucre 812 / Ana Smud + Alberto Smud. Image © Javier Agustín Rojas
Edificio de viviendas Sucre 812 / Ana Smud + Alberto Smud. Image © Javier Agustín Rojas

Edifício Bragado / BBC Arquitectos

  • Localização: Argentina (Buenos Aires)
  • Ano: 2018

A fachada é trabalhada em dois planos, um envidraçado que permite uma ótima luz e visuais completos e outro têxtil de toldos microperfurados que funciona como uma tela que regula o clima e a privacidade interior, filtra os visuais da rua e entrada de luz natural.

Edificio Bragado / BBC Arquitectos. Image © Manuel Ciarlotti Bidinost
Edificio Bragado / BBC Arquitectos. Image © Manuel Ciarlotti Bidinost
Edificio Bragado / BBC Arquitectos. Image © Manuel Ciarlotti Bidinost
Edificio Bragado / BBC Arquitectos. Image © Manuel Ciarlotti Bidinost

Edifício Once / Adamo Faiden

  • Localização: Argentina (Buenos Aires)
  • Ano: 2011

As envolventes são materializadas com um colchão vegetal que protege as três fachadas expostas ao sol, que incorporam um espaço de espairecimento onde a natureza encontra o protagonismo desejado. Os toldos microperfurados de lona vinílica, dispostos em ambas as fachadas devolvem à cidade uma imagem velada da vegetação que protegem, propondo a ambiguidade que o edifício pretende instalar.

Edificio Once / Adamo Faiden. Image © Cristobal Palma
Edificio Once / Adamo Faiden. Image © Cristobal Palma
Edificio Once / Adamo Faiden. Image © Cristobal Palma
Edificio Once / Adamo Faiden. Image © Cristobal Palma

Ginásio JMG / Gerardo Valle Arquitectos

  • Localização: Chile (Santiago)
  • Ano: 2015

O Ginásio JMG é uma estrutura em forma de “barraca” composta por uma envoltória leve que abriga um amplo espaço livre para a prática de esportes e outras atividades educativas. A estrutura metálica serve como suporte para a envoltória de tela branca que assume a forma de uma grande barraca armada. O “pedestal” do volume é composto por uma treliça de madeira pintada de preto. A fachada em policarbonato permite que a luz penetre livremente no interior do edifício. Além disso, a translucidez do material faz com que a fachada opere como uma forma de filtro de luz durante o dia, a medida que a noite ele se transforma em um farol iluminado.

Gimnasio JMG / Gerardo Valle Arquitectos. Image © Aryeh Kornfeld
Gimnasio JMG / Gerardo Valle Arquitectos. Image © Aryeh Kornfeld
Gimnasio JMG / Gerardo Valle Arquitectos. Image © Aryeh Kornfeld
Gimnasio JMG / Gerardo Valle Arquitectos. Image © Aryeh Kornfeld

Edifício Comercial Integral Iluminación / Jannina Cabal

  • Localização: Equador (Guayaquil)
  • Ano: 2014

“Os materiais que compõe a fachada são uma estrutura metálica envolta numa espécie de tecido cinza especialmente desenvolvido para uso externo. A malha do tecido é permeável à luz, e aqui é iluminado com refletores de LED RGB controlados por um sistema automatizado que controla a mudança de cor no edifício. A fachada também é composta de estrutura metálica aparente com grandes superfícies envidraçadas em certas áreas do edifício.”

Edificio Comercial Integral Iluminación / Jannina Cabal. Image © Juan Alberto Andrade
Edificio Comercial Integral Iluminación / Jannina Cabal. Image © Juan Alberto Andrade
Edificio Comercial Integral Iluminación / Jannina Cabal. Image © Juan Alberto Andrade
Edificio Comercial Integral Iluminación / Jannina Cabal. Image © Juan Alberto Andrade

Endesa World Fab Condenser / MARGEN-LAB

  • Localização: Espanha (Barcelona)
  • Ano: 2014

“O pavilhão é composto de 20 módulos triangulares. Componentes todos distintos mas que compartilham da mesma lógica formativa, construtiva e materiais. Todos os materiais usados são de origem orgânica (madeira e tela de linho, materiais que crescem com a luz do sol) e fabricados no local (industrias e laboratórios de fabricação localizados em Barcelona e proximidades).”

Endesa World Fab Condenser / MARGEN-LAB. Image © Adrià Goula
Endesa World Fab Condenser / MARGEN-LAB. Image © Adrià Goula
Endesa World Fab Condenser / MARGEN-LAB. Image © Adrià Goula
Endesa World Fab Condenser / MARGEN-LAB. Image © Adrià Goula

Parque da Ciência e Tecnologia "Magical" / Pich-Aguilera Architects

  • Localização: Espanha (Catalunha)
  • Ano: 2011

“O projeto reabilita edifícios existentes que compõem o antigo pátio. Para completar as funções do centro, foi construído um terceiro volume com nova planta que funciona como um grande receptáculo abrigando um conjunto de filmes localizados no ângulo sul da praça. Uma envoltória em tecido tencionado cobre este contentor e se espalha como uma névoa envolvendo e conectando os três edifícios, definindo ainda uma concavidade em direção a praça, de onde se dará o acesso ao complexo.”

Parque Científico Tecnológico "Magical" / Pich-Aguilera Architects. Image Cortesía de Pich-Aguilera Architects
Parque Científico Tecnológico "Magical" / Pich-Aguilera Architects. Image Cortesía de Pich-Aguilera Architects
Parque Científico Tecnológico "Magical" / Pich-Aguilera Architects. Image Cortesía de Pich-Aguilera Architects
Parque Científico Tecnológico "Magical" / Pich-Aguilera Architects. Image Cortesía de Pich-Aguilera Architects

Academia Têxtil NRW / slapa oberholz pszczulny | sop architekten

  • Localização: Alemanha (Mönchengladbach)
  • Ano: 2018

“A arquitetura do edifício foi pensada de forma a transparecer o seu conteúdo, revelando as múltiplas propriedades do tecido. Os espaços da escola estão distribuídos em três pavimentos, os quais encontram-se envoltos por uma envoltória têxtil, como se a fachada do edifício fossa uma cortina. Desta forma, o tecido prateado brilhante que o reveste, ondula com o vendo adicionando dinâmica a estrutura rígida de concreto. Ligeiramente transparente, a membrana externa da Academia Têxtil NRW contrasta fortemente com a geometria modular da estrutura do edifício.”

Academia Textil NRW / slapa oberholz pszczulny | sop architekten. Image © Thomas Mayer
Academia Textil NRW / slapa oberholz pszczulny | sop architekten. Image © Thomas Mayer
Academia Textil NRW / slapa oberholz pszczulny | sop architekten. Image © Thomas Mayer
Academia Textil NRW / slapa oberholz pszczulny | sop architekten. Image © Thomas Mayer

O Laranjal / Lenschow & Pihlmann + Mikael Stenström

  • Localização: Dinamarca (Holte)
  • Ano: 2015

“A estufa consiste numa estrutura de aço que foi coberta por uma membrana de lona plástica—um tipo específico desenvolvido para proteger automóveis, barcos e outros objetos de grande tamanho. No interior do espaço aparece uma estufa com plantas cítricas penduradas na cúpula. Esta reinterpretação de estufa mistura uma forma clássica com nosso mundo atual de alta tecnologia; um mundo cheio de materiais que não estão destinados a serem charmosos, mas que puramente satisfazem necessidades utilitárias específicas.”

El Naranjal / Lenschow & Pihlmann + Mikael Stenström. Image © Hampus Berndtson
El Naranjal / Lenschow & Pihlmann + Mikael Stenström. Image © Hampus Berndtson
El Naranjal / Lenschow & Pihlmann + Mikael Stenström. Image © Hampus Berndtson
El Naranjal / Lenschow & Pihlmann + Mikael Stenström. Image © Hampus Berndtson

Pavilhão CO2 em Pequim / Superimpose Architecture

  • Localização: China (Pequim)
  • Ano: 2018

“O pavilhão é composto por um volume horizontal de luz e fumaça implantado no centro do pátio. Com sua forma delimitada a partir do formato da praça, a sua estrutura é composta por vinte e seis molduras quadradas com fechamento em tecido, parafusadas, seguindo um sistema de três módulos diferentes, os quais incluem uma parte do espaço aberto em um pátio interno aberto para o céu.”

CO2 Pavilion Beijing / Superimpose Architecture. Image © Beijing Shardisland Technology Co., Ltd.
CO2 Pavilion Beijing / Superimpose Architecture. Image © Beijing Shardisland Technology Co., Ltd.
CO2 Pavilion Beijing / Superimpose Architecture. Image © Beijing Shardisland Technology Co., Ltd.
CO2 Pavilion Beijing / Superimpose Architecture. Image © Beijing Shardisland Technology Co., Ltd.

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Maiztegui, Belén. "Fachadas têxteis: 10 projetos que exploram a leveza e translucidez deste material" [Fachadas de tela: ligereza y translucidez mediante cerramientos textiles] 07 Jun 2021. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/961626/fachadas-texteis-10-projetos-que-exploram-a-leveza-e-translucidez-deste-material> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.