Livraria Fudan Jingshi / SHUISHI

Livraria Fudan Jingshi / SHUISHI
© ZY Architectural Photography
© ZY Architectural Photography

© ZY Architectural Photography© ZY Architectural Photography© ZY Architectural Photography© ZY Architectural Photography+ 33

Xangai, China
  • Arquitetos: SHUISHI
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  1140
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2020
  • Fotógrafo Fotografias:  ZY Architectural Photography
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Jiangsu Yunshi Environmental Protection Building Material Co., Ltd., RUN ZHU KE JI, Shanghai Jiacai Trading Co., Ltd.
  • Conceito Inicial:SHUISHI - Micron Architecture Office
  • Design De Interiores:SHUISHI - Micron Architecture Office
  • Paisagismo:SHUISHI - Micron Architecture OfficeSHUISHI - Micron Architecture Office
  • Arquitetos Responsáveis:Yuan Xie, Jinwei Xu
  • Equipe De Projeto:Songyun Pang, Yun Zhang, Tingting Huang, Jin Deng
  • Construção:SHUISHI Engineering (Bin Li, Yu Xu, Yuqin Li, Yao Zheng, Jin Yin)
  • Cliente:Fudan University Press
  • Iluminação:Shanghai Chuluo Creative Design Office
  • Administração De Obra:Hangzhou Suge Construction Technology Co., LTD
  • Cidade:Xangai
  • País:China
Mais informaçõesMenos informações
© ZY Architectural Photography
© ZY Architectural Photography

Origem e Escolha do Terreno
A Livraria Shanghai Fudan Jingshi foi fundada em 1993 e é afiliada à Fudan University Press. É a única livraria abrangente de propriedade estatal com uma grande escala na área de Fudan, Xangai, China. Devido ao ajuste do planejamento geral da universidade, a Livraria mudou do antigo local (No. 579 Guoquan) no ano passado e optou por “se estabelecer” novamente no No. 286 Guonian. Ao norte do novo terreno está a Biblioteca de Artes Liberais da Universidade de Fudan; a oeste estão o Quinto e o Sexto Edifícios de Ensino e o Edifício de Artes Liberais; e a leste está a Escola de Administração, que juntas constituem uma base de leitura para um clima acadêmico e humanístico. A rua Guonian, onde a livraria está localizada, é uma pequena via tranquila com a atmosfera única do campus, em seus lados existem planaltos exuberantes. Nosso ponto de partida para o projeto foi reconhecer as características do terreno.

© ZY Architectural Photography
© ZY Architectural Photography
© ZY Architectural Photography
© ZY Architectural Photography

Interface e Intuição
O terreno do projeto é longo e plano, apoiado por um estacionamento centralizado dentro do campus. Apenas o lado oeste da Guonian está de frente para a rua. O proprietário espera que a livraria seja totalmente transparente ao longo da rua, para atrair o maior número de visitantes possível, coincidindo com nosso foco na interface urbana. Ainda assim, acreditamos que o espaço interno superexposto pode levar à perda da interface; com menos possiblidade de exploração. No início do projeto, pensamos na postura do prédio na área urbana: o temperamento de uma livraria deve ser calmo e relaxante sem um estilo forte e signos simbólicos, com uma coordenação com o espaço urbano.

© ZY Architectural Photography
© ZY Architectural Photography

Pretendemos projetar a natureza no edifício de alguma forma, usando os platôs como um elemento importante do cenário; enquanto isso, simulamos a percepção das pessoas caminhando dos dois lados da rua e a captura poética dos efeitos das mudanças de luz e sombra. Finalmente, chegamos a um acordo com o proprietário para usar o espaço entre o virtual e o real como fachada ao longo da rua. Do lado de fora, a parede sólida apresenta as mudanças de luz e sombra e, ao mesmo tempo, pode efetivamente proteger o sol do oeste. No interior, esta é a parede da estante de livros para exibição. A parte chamada virtual, por sua vez, desempenha um papel de refletir o ambiente ao mesmo tempo em que cria um efeito de janela. Junto com a parede da estante, são criados cantos de leitura para uma única pessoa. Enquanto os usuários estão lendo, eles próprios também passam a fazer parte do cenário urbano em toda a interface, formando uma relação de diálogo entre o espaço interno e o ambiente da rua, gerando assim uma imagem arquitetônica. Nisso se atinge o equilíbrio entre ordem, diversão e funcionalidade.

© ZY Architectural Photography
© ZY Architectural Photography
© ZY Architectural Photography
© ZY Architectural Photography

Terreno e Função
Cobrindo cerca de 1.140 metros quadrados, a Livraria Jingshi precisa acomodar várias funções, como leitura, exposição, criação cultural, lazer, clube de leitura, treinamento e escritório. Mas como uma livraria abrangente com quase 30 anos de história e dezenas de milhares de livros, eles são os protagonistas absolutos. Tornou-se a chave do projeto equilibrar a coleção de grande capacidade e garantir um espaço público de alta qualidade.

© ZY Architectural Photography
© ZY Architectural Photography
© ZY Architectural Photography
© ZY Architectural Photography

O primeiro andar é destinado principalmente para exposição, leitura e armazenamento de livros. O espaço de exibição no primeiro nível é organizado em faixas, formando uma longa galeria com o espaço de interface urbana entrelaçando o real e o virtual. Na parte sudoeste, há uma cafeteria. Ao longo da rua existem vitrines para vendas externas, que atendem também a área de atividades diversas e área de descanso da parte sul.

© ZY Architectural Photography
© ZY Architectural Photography

A entrada da livraria fica em frente do campus oeste da Universidade Fudan. Juntamente com a galeria curva, o café e a área de descanso ao ar livre, forma uma fachada voltada para a interface da cidade. Ao organizar os espaços públicos linear e verticalmente, o espaço relativamente pequeno não parece tão estreito. Em comparação com a área expositiva, as áreas de leitura e armazenamento de livros estão dispostas de forma mais eficiente, e as próprias estantes funcionam como divisões espaciais. Para facilitar o efeito denso e fechado do espaço, uma cena emoldurada é criada em parte da estante para permitir que o espaço se estenda visualmente.

© ZY Architectural Photography
© ZY Architectural Photography

O segundo andar é destinado principalmente à exposição e venda de produtos culturais e criativos, e pode receber várias exposições especiais, trabalhos de estudantes e gravuras antigas, etc., bem como treinamento e palestras culturais de alta qualidade. As escadas que levam ao segundo nível são conectadas ao pátio interno, criando um efeito visual aberto. O próprio pátio interno também fornece boa iluminação natural para a área de leitura, área de atividades e área de escritório.

© ZY Architectural Photography
© ZY Architectural Photography

O deck está ao lado da janela aberta horizontalmente. Sua altura reflete os ramos exuberantes das árvores em direção a janela. Este longo percurso mostrará também os diferentes cenários das quatro estações, proporcionando aos leitores um espaço relaxante e uma atmosfera de leitura prazerosa. O amplo terraço do segundo nível funciona como prolongamento exterior da zona interior de lazer, cultura e criatividade, que pode responder às necessidades de atividades ao ar livre e exposições. As folhas altas da árvore estendem-se para a fachada da rua do terraço como um enorme guarda-chuva. Ao se sentar no terraço rodeado pelo verde, é possível ler ou conversar em paz e se proteger do barulho e da agitação da cidade.

© ZY Architectural Photography
© ZY Architectural Photography
© ZY Architectural Photography
© ZY Architectural Photography

Construção e Forma
Sob a premissa de controle estrito do período de construção e custo, o princípio de integração do projeto arquitetônico e paisagístico é adotado, enquanto a decoração redundante é descartada. Forma-se um todo de fora para dentro, tornando a própria “construção” uma “forma”. Optamos por usar o módulo de unidade de contêiner como o corpo principal da livraria, composto de dezoito unidades de 12m x 3m x 3,2m, seis de 9m x 3m x 3,2m e cinco unidades de 6m x 3m x 3,2m (no total 29). Quanto à construção, também auxilia no controle de custos e prazo de construção ao aplicar a lógica de montagem pré-fabricada. Para garantir a unidade da sua construção e forma, apenas duas cores são aplicadas em todo o edifício, cinza escuro e a cor quente da madeira, formando um contraste entre o frio e o quente. As colunas estruturais internas, tetos e estantes de livros são cinza escuro, o que combina com o toque industrial dos painéis corrugados na parede externa do contêiner. Ao mesmo tempo, a grande área de cor escura faz com que a iluminação destaque os livros como protagonistas.

© ZY Architectural Photography
© ZY Architectural Photography

A cor da madeira também é utilizada na fachada do edifício, no teto da área de descanso, no piso interno e nas cabines individuais no térreo. A cor do espaço interno é a extensão do externo, o que traz aos usuários uma sensação mais confortável, não só criando uma atmosfera calorosa e pacífica, mas também ecoando as luxuriantes árvores da rua  Guonian.

© ZY Architectural Photography
© ZY Architectural Photography

Prática e Reflexão
Quando a Livraria Jingshi “atualizada” foi oficialmente aberta, ficamos satisfeitos em ver que a maior parte do espaço pode ser bem aproveitada e as intenções do projeto também podem ser percebidas. Enquanto isso, também descobrimos que os operadores da livraria não organizaram os livros e outros suprimentos exatamente com base em nossa intenção original, que parecia um pouco confusa, e algumas das decorações suaves são da antiga livraria original. Comparados com a expressão perfeita do esboço do projeto, esses estados aparentemente imperfeitos mostram, em vez disso, um senso de realidade e intimidade. As pessoas estão naturalmente integradas nas cenas triviais do cotidiano do edifício, e todo o espaço apresenta um estado de harmonia e tolerância. Esperamos que a existência desta livraria possa ajudar a cultivar os hábitos de leitura de seus usuários e se tornar um local cultural inclusivo e amado pelo público.

© ZY Architectural Photography
© ZY Architectural Photography

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:No. 286 Guonian Road, Yangpu District, Xangai, China

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Escritório
Cita: "Livraria Fudan Jingshi / SHUISHI" [Fudan Jingshi Bookstore / SHUISHI] 04 Mar 2021. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/957879/livraria-fudan-jingshi-shuishi> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.