Casa 5 Vigas / Gubbins-Polidura

Casa 5 Vigas / Gubbins-Polidura

© Sergio Pirrone© Sergio Pirrone© Sergio Pirrone© Sergio Pirrone+ 23

  • Arquitetos: Gubbins-Polidura
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  260 ft²
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018
  • Fotógrafo Fotografias:  Sergio Pirrone
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Bercia, Cemento Melón, Dialum, Kohler, Ventanas PVC
  • Arquitetos Responsáveis:Antonio Polidura, Marco Polidura
  • Colaboradores:Esteban Estay, Hernan Fournies
  • Engenharia:Daniel Stagno
  • Iluminação:Rafael Rivera
  • Cidade:Zapallar
  • País:Chile
Mais informaçõesMenos informações
© Sergio Pirrone
© Sergio Pirrone

Descrição enviada pela equipe de projeto. Como conectar os recintos do projeto com o solo natural em encostas íngremes, é um assunto que temos trabalhado repetidamente em muitos de nossos projetos. Foi o que interessou ao cliente e ele nos pediu que enfatizássemos esta tarefa. Ele desejava que as instalações da casa estivessem sempre ligadas ao terreno natural, mas ao mesmo tempo que mantivessem a privacidade, privilegiando obviamente a vista para o mar mas também levando em conta a vista para as colinas.

© Sergio Pirrone
© Sergio Pirrone

A proposta consiste em criar um amplo espaço público, misturando ambientes edificados e naturais (pátios), interiores, intermediários e exteriores. Tudo sob uma cobertura descontínua composta por cinco vigas de concreto, que trazem 30 metros de iluminação. As vigas são sustentadas por duas paredes de 40 e 25 metros de comprimento, uma de cada lado do terreno, criando um espaço contido, protegido do vento e dos vizinhos, orientado este-oeste (morro-mar).

© Sergio Pirrone
© Sergio Pirrone
Axonométrica
Axonométrica
© Sergio Pirrone
© Sergio Pirrone

As vigas são o esqueleto, sempre à vista. Desde cima, aproximando-se da rua, constituem a quinta fachada. Desde baixo, independentemente de serem ou não cobertas, devido à espessura, definem o carácter de cada espaço, tornando a categoria de interior e exterior mais ambígua.

© Sergio Pirrone
© Sergio Pirrone
Planta - Primeiro Pavimento
Planta - Primeiro Pavimento
© Sergio Pirrone
© Sergio Pirrone

O programa da casa é o contraste entre o espaço público, resolvido como uma superfície contínua ou grande plataforma (ligação morro/mar) e uma zona mais introvertida de quartos, concebida como base ou alicerce do anterior. A plataforma é composta por três áreas alinhadas mas mescladas: O terraço oeste, com 30 metros de comprimento por 7 metros de largura, totalmente exposto com uma vista de 180°. Este é totalmente artificial e foi projetado como uma grande planta livre parecendo flutuar sobre o mar.

© Sergio Pirrone
© Sergio Pirrone

O terraço ao leste, totalmente protegido é mais introvertido, mais natural e foi concebido como continuação da colina. O volume das áreas públicas, localizado entre os dois terraços, é totalmente envidraçado permitindo a ligação visual entre eles (morro-mar).

© Sergio Pirrone
© Sergio Pirrone

A base é erguida como continuação da topografia, com apenas uma face aberta, envidraçada para o mar, ligada ao leste (morro) por vazios (pátios). Em relação ao material, a decisão doptamos pelo concreto aparente, que reconhece ou expressa a passagem do tempo na construção.

© Sergio Pirrone
© Sergio Pirrone

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Casa 5 Vigas / Gubbins-Polidura" [Casa 5 Vigas / Gubbins-Polidura] 25 Jan 2021. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/955373/casa-5-vigas-gubbins-polidura> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.