Ampliar imagem | Tamanho original
Desigualdade socioeconômia é um termo com o qual a maioria de nós está familiarizado, no entanto, embora sentida na pele por boa parte da população mundial, permanece relativamente abstrata para muita gente. Torná-la visível é a proposta do fotógrafo Johnny Miller que, através do projeto Unequal Scenes, vem registrando territórios de tensão a partir de uma perspectiva bastante esclarecedora: a imagem aérea. Iniciado na África do Sul, país social e espacialmente marcado pelo apartheid, o projeto foi recentemente trazido ao Brasil para registrar contextos em que pobreza e riqueza extremas coexistem a poucos metros, mostrando que distância não é apenas uma grandeza fisicamente mensurável, mas também pode assumir aspectos mais complexos, profundamente enraizados em nossa sociedade. Para a maioria das pessoas de outros países, o Brasil é sinônimo de desigualdade devido às favelas no Rio, e é por isso que eu queria – precisava – vir aqui para dar sequência ao meu projeto. Essa inversão com os pobres nos morros (e os ricos na parte mais baixa) é um fenômeno único que coloca a pobreza em lugar de destaque. Minha hipótese, que acabou se comprovando, era que os brasileiros parecem aceitar a desigualdade (ou pobreza) como um aspecto triste, porém inevitável, da vida. – Johnny Miller Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar