Ampliar imagem | Tamanho original
O celeiro, com uma natureza muito semelhante à dos silos e galpões, é uma tipologia de construção essencial na paisagem rural e agrícola. Com soluções formais muitos simples e funcionais, os celeiros servem especificamente como um lugar de armazenagem de grandes volumes de provisões para animais e são comumente caracterizados por seus pés direitos altos, vãos generosos e por uma relativa flexibilidade espacial, protegendo o feno e os grãos do sol, da chuva, da humidade e dos próprios animais. Antigamente era muito comum que cada família ou comunidade gerisse a própria produção de mantimentos, e para isso serviam os celeiros e outras estruturas dedicadas à armazenagem das provisões para os períodos de escassez. Porém, com a modernização e a mecanização dos métodos de cultivo ao longo das últimas décadas—o uso de máquinas pesadas, modernos sistemas de fertilização e irrigação do solo, seleção e manipulação de sementes, etc.—, testemunhamos um aumento gradual da produtividade e rendimento da terra, fazendo com que antigos métodos e soluções perdessem espaço. A partir daí a monocultura se espalhou como uma peste pelos quatro cantos do mundo, uma forma de produção ou cultura agrícola que demanda um altíssimo grau de mecanização em quase todos os seus processos, do plantio à expedição. Como resultado disso, pequenos e médios produtores foram forçados à abandonar suas antigas práticas métodos, finalmente abandonando suas terras e migrando para as cidades. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar