Ampliar imagem | Tamanho original
O júri do Concurso Internacional Maré-Cidade, promovido pelo 27º Congresso Mundial de Arquitetos – UIA2021RIO, selecionou os três projetos vencedores e as três menções honrosas. A escolha não foi fácil: de 180 projetos, vindos de lugares tão diversos quanto Alemanha, China, Egito, Brasil, Rússia, Polônia, Turquia, Colômbia, França, Portugal, Oman e Ucrânia, o júri listou 28 finalistas para, então, chegar aos premiados. Os chineses são maioria entre os autores premiados: conquistaram a primeira e a segunda colocação e as menções honrosas Roberto Burle Marx e Demetre Anastassakis. O terceiro lugar ficou para um projeto de estudantes brasileiros de São Paulo, e a menção honrosa Luiz Paulo Conde coube ao projeto de estudantes de Bogotá, na Colômbia.  Em comum os projetos buscaram valorizar as atividades culturais locais e incentivar a participação da comunidade nas obras de revitalização propostas. O projeto vencedor propõe o desenvolvimento da indústria doméstica – familiar, comunitária – nas favelas: a estratégia – apelidada de SIHI (Small Industry & Home Industry) – poderia ser replicada mundo afora, na opinião dos autores.  Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar