O impacto da Covid-19 na arquitetura, urbanismo e território de Angola: ebook gratuito apresenta medidas de mitigação

O impacto da Covid-19 na arquitetura, urbanismo e território de Angola: ebook gratuito apresenta medidas de mitigação

A pandemia da Covid-19 veio a exacerbar as várias deficiências sanitárias e de infraestrutura nos países em vias de desenvolvimento, em particular Angola, que já carrega o fardo de sucessivas recessões econômicas.

As periferias dos principais polos urbanos, tendo Luanda como caso paradigmático, são territórios críticos para a doença. Com quase um terço da população do país, em que 80% vivem em condições urbanas muito precárias, a mistura de condicionantes – a saber, a falta de saneamento básico, altas densidades construídas e populacionais, sobrelotação das moradias (3 pessoas por cômodo), inacessibilidade para serviços urbanos (bombeiros, recolha de resíduos sólidos, polícia), falta de espaço público e áreas verdes, condições internas de insalubridade, forte dependência do sector informal e dificuldade de acesso à segurança alimentar e aos serviços sanitário – constitui um cenário bastante complexo.

Com todos estes ingredientes, o confinamento e distanciamento social, afigura-se como “missão quase impossível”, apresentando complexos desafios para tornar resilientes os agregados mais vulneráveis e evitar a todo custo a contaminação comunitária.

As medidas impostas pelas autoridades sanitárias para a redução de infecções têm um componente espacial muito forte que modifica a maneira de habitar os espaços.

Por sua vez, nestes contextos extremamente precários, as medidas de confinamento domiciliar são uma utopia que a população dos bairros suburbanos não pode alcançar. A explosição a novas vulnerabilidades diante da ameaça biológica representada pela Covid-19 completa o quadro de condições socioeconômicas preocupantes, tendo implicações negativas diretas que aumentam ainda mais as fortes desigualdades sociais existentes.

Nessa perspectiva, e aproveitando o confinamento mas promovendo uma aproximação social nas redes virtuais de diálogo, um grupo de especialistas multidisciplinares abordou de forma holística algumas medidas de mitigação do impacto da Covid-19, com o propósito de formular algumas reflexões e recomendações de curto médio e longo prazo em diferentes temáticas, como: planeamento e gestão urbana, habitabilidade básica, comércio informal, segurança alimentar, governança, e saúde e cuidados de higiene.

A publicação destas recomendações, que pode ser acessada gratuitamente aqui, assume-se como marco e registo desta colaboração multidisciplinar inédita que se pretende profícua e eficiente em parceria com as instituições afins.

Além disso, nesta quinta-feira, 15 de outubro, o coordenador da publicação, Iídio Daio, será o moderador de um debate entre arquitetas, arquitetos, engenheiros, agrônomos e juristas de Angola. O evento acontecerá de forma online, às 17h de Brasília (21h em Angola), no canal do Circuito Urbano da ONU Habitat no Youtube.

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Ilídio Daio. "O impacto da Covid-19 na arquitetura, urbanismo e território de Angola: ebook gratuito apresenta medidas de mitigação" 14 Out 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/949550/o-impacto-da-covid-19-na-arquitetura-urbanismo-e-territorio-de-angola-ebook-gratuito-apresenta-medidas-de-mitigacao> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.