Ampliar imagem | Tamanho original
Nem todas as obras arquitetônicas são um sucesso. Existe um termo temido, reservado apenas para os projetos mais inúteis: "Elefantes Brancos". Este foi o apelido adotado durante anos para o famoso gigante abandonado em Villa Lugano, Buenos Aires. Um projeto inacabado que afirmava ser o maior hospital público da América Latina. Hoje, é difícil relembrar a enorme estrutura abandonada. Em seu lugar agora está a atual sede do novo Ministério do Desenvolvimento Humano e Habitat da cidade. Um prédio com muito menos andares. Edifício que dá origem também a um grande parque. Como esquecer nossos elefantes brancos e transformá-los em lugares eficientes? A Secretaria de Desenvolvimento Urbano nos conta como a chave está na escala humana: O novo Ministério de Desenvolvimento Humano e Habitat do governo da Cidade de Buenos Aires substitui a estrutura esquecida do hospital especializado em tuberculose cuja obra foi abandonada em meados de 1955. Após 80 anos de abandono, esta massa escura e deteriorada se transformou em uma sede do governo com um parque público que deixou 70 anos de abandono. Após a demolição da antiga estrutura, em 2018, as obras da Villa Lugano promoveram a urbanização e a integração do bairro a partir da recuperação de um espaço desvalorizado. O projeto ficou a cargo da Prefeitura por meio de um esforço conjunto entre a Direção-Geral de Projetos de Arquitetura, o Ministério do Desenvolvimento Urbano e Transportes (hoje Secretaria de Desenvolvimento Urbano) e o Ministério do Desenvolvimento Humano e Habitat. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar