Lavandaria Morinha Self Service Laundry / stu.dere + Civiurban

Lavandaria Morinha Self Service Laundry / stu.dere + Civiurban

© Ivo Tavares Studio© Ivo Tavares Studio© Ivo Tavares Studio© Ivo Tavares Studio+ 36

  • Arquitetos: Civiurban, stu.dere
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  200
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2019
  • Fotógrafo Fotografias:  Ivo Tavares Studio
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Aleluia Cerâmicas, AutoDesk, Flos, Tromilux
  • Arquiteto Responsável:Ulisses Costa
  • Cliente:Jul & Kim – Actividades Imobiliárias
  • Engenharia:Civiuban
  • Cidade:Vila Meã
  • País:Portugal
Mais informaçõesMenos informações
© Ivo Tavares Studio
© Ivo Tavares Studio

Descrição enviada pela equipe de projeto. O projeto da Lavandaria nasceu da necessidade de responder ao pedido de um cliente “desafiante”, que ambicionava um espaço de lavandaria self-service e, simultaneamente, oferecesse um serviço personalizado no tratamento da roupa. Pretendia-se um espaço harmonioso, que proporcionasse bem estar durante o tempo de espera de utilização dos equipamentos de lavagem e secagem da roupa.

© Ivo Tavares Studio
© Ivo Tavares Studio
Planta
Planta
© Ivo Tavares Studio
© Ivo Tavares Studio

Para o desenvolvimento do conceito do projeto foi tida em consideração a dualidade entre a tradição e a modernidade, dando ênfase ainda à natureza. O objetivo seria criar um ambiente atual e inovador, espelho do evoluir de uma sociedade que procura soluções práticas para a gestão do seu dia a dia, trazendo, contudo, a referência à tradição dos antigos lavadouros comunitários.

© Ivo Tavares Studio
© Ivo Tavares Studio
Corte transversal
Corte transversal
© Ivo Tavares Studio
© Ivo Tavares Studio

O espaço que resultou da junção de duas lojas, foi dividido em zona self-service e em zona de serviço especializado, que terá um horário mais reduzido e, daí a necessidade de uma barreira física conseguida através de um elemento metálico “quadriculado”, que respeita a métrica do cerâmico utilizado no revestimento das paredes. Este cerâmico, de cor verde, foi escolhido como alusão ao cerâmico utilizado nos antigos lavadouros, com o objetivo de recuperar as memórias destes lugares que nos lembram as formas coletivas de utilização da água e até de convívio. Quanto ao pavimento, optou-se pela utilização do microcimento que além de representar uma solução estética atual, é bastante adequado para áreas de grande tráfego de pessoas, sendo vantajoso ainda por se tratar de um revestimento totalmente impermeável, sem juntas ou selagens, facilitando a sua manutenção.

© Ivo Tavares Studio
© Ivo Tavares Studio

Com a utilização de plantas suspensas pretende-se dar ênfase à natureza, complementando a experiência do espaço ao permitir a sensação de leveza e frescura. Encontram-se sob uma mesa de apoio à preparação da roupa, em pedra mármore, em analogia às lajes de pedra dos tanques comunitários que serviam para bater a roupa.

© Ivo Tavares Studio
© Ivo Tavares Studio

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Vila Meã, Amarante, Portugal

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Lavandaria Morinha Self Service Laundry / stu.dere + Civiurban" 01 Out 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/948745/lavandaria-morinha-self-service-laundry-stere-plus-civiurban> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.