Ampliar imagem | Tamanho original
É possível que ainda tenhamos muito caminho pela frente no que se refere à relação com a diversidade de flora e fauna nos habitats urbanos, mas é surpreendente como a arquitetura que encara essa abordagem se revela rápida, fácil - e até divertida. Na prática, como estamos promovendo lugares para animais e plantas nas cidades? Ivan Juarez, do x-studio, nos escreve sobre sua intervenção de pequena escala: Insect City explora novas aproximações para repensar os limites entre o ser humano e a natureza através de uma intervenção que estabelece espaços para novos encontros. Uma obra no espaço público, como se fosse uma paisagem abstrata, composta por uma série de peças geométricas que se propõem a sensibilizar sobre conceitos ecológicos e de biodiversidade urbana. O projeto propõe desenvolver um espaço de reflexão e uma nova abordagem da diversidade vegetal e animal em habitats urbanos. Desta forma, a intervenção dialoga com a paisagem da cidade, criando novas formas de convivência entre o ambiente natural e o construído. Uma nova paisagem híbrida, como um complexo habitacional para os insetos que coabitam em nosso ambiente. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar