Ampliar imagem | Tamanho original
Run Run Run foi pensada como uma arquitetura que propicia o uso alternativo da cidade. É uma infraestrutura que permite converter o espaço em uma área de jogos e entretenimento, que auxilia na emancipação da dependência do espaço doméstico e apresenta oportunidades para favorecer o encontro por meio de atividades que costumam fomentar o individualismo.  O conjunto funciona como uma tecno-fazenda urbana. Uma grande casa embutida dentro de um edifício moderno. Um conjunto de estufa e gruta, que protege uma horta suspensa, onde muitos dos ingredientes utilizados em Run Run Run são cultivados. Organizado em torno de uma cozinha aberta que oferece uma alternativa para a separação entre áreas de trabalho e áreas de alimentação, o projeto promove a sobreposição de equipamentos até seu limite, hibridizando chuveiros, armários, cozinha, horta e refeitório em um único ecossistema interior. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar