Ampliar imagem | Tamanho original
Entre 1950 e 2011, o mundo teve sua população urbana multiplicada por cinco. Em 2007, o número de pessoas vivendo em cidades ultrapassou a cifra daquelas no campo. Em 2019, a porcentagem já era de 55% e estima-se que em 2050 pouco mais que dois terços da população viverá em cidades. Mas o crescimento não é constante em todas as partes do mundo. Segundo o Relatório da ONU World Urbanization Prospects 2018, prevê-se que a população urbana global cresça em 2,5 bilhões de habitantes entre 2018 e 2050, com quase 90% desse aumento concentrado na Ásia e na África. À medida que a população aumenta, aumentam também a demanda por energia, comida e água. A pressão sobre os escassos recursos é agravada pelo impacto negativo que isso está causando no clima e no meio ambiente. Também de acordo com a mesma fonte, mas nos destaques do relatório de 2019, pela primeira vez na história, no ano de 2018 o número de pessoas com 65 anos de idade ou mais superou o de crianças com menos de cinco anos. As projeções indicam que, até 2050, haverá mais que o dobro de pessoas acima de 65 anos em comparação com crianças menores de cinco anos e mais idosos do que adolescentes e jovens entre 15 a 24 anos.  Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar