Ampliar imagem | Tamanho original
Jardins verticais, paredes verdes ou paredes vivas são algumas das diferentes denominações usadas para uma mesma solução: a disposição vertical de diferentes espécies vegetais como forma de adquirir os benefícios proporcionados pela vegetação, mas em uma menor área projetada. Ou seja, a aplicação vertical das espécies permite um ganho de área útil horizontal, uma vantagem sobretudo para locais onde existe pouco espaço disponível para plantio diretamente no solo. Os benefícios climáticos, ambientais e estéticos proporcionados pela vegetação, somados ao número crescente de empresas especializadas na instalação de jardins verticais, têm levado à difusão desta solução no contexto brasileiro nos últimos anos. Seja nas empenas cegas de edifícios em altura, ou em casas e apartamentos, a versatilidade das chamadas “paredes verdes” tem sido explorada de forma crescente através da variedade de espécies vegetais e suas padronagens. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar