Ampliar imagem | Tamanho original
É inquestionável que os ambientes influenciam diretamente no comportamento e nas emoções de seus usuários. Estima-se que os seres humanos passem cerca de 90% de seu tempo de vida em espaços internos, por isso é tão importante que eles favoreçam positivamente nossa capacidade cerebral. Um termo específico para relacionar os estímulos que o cérebro recebe dependendo do ambiente em que está é neuroarquitetura. Diversos estudos têm sido publicados sobre esse tema, a maioria sobre o impacto em ambientes de trabalho. Este artigo pretende abordar sobre esse conceito, enfatizando sua importância no projeto de espaços destinados a crianças na primeira infância. A Academy of Neuroscience for Architecture (ANFA) foi formada em San Diego (Califórnia) em 2003, na Convenção da AIA. Quem inaugurou o termo foi o Dr. Fred Gage (neurocientista sênior do Salk Institute e ex-presidente da Sociedade de Neurociências), em seu discurso sobre arquitetura e neurociência: a neuroarquitetura. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar