Ampliar imagem | Tamanho original
A Usina Hidrelétrica Belo Monte, quarta maior hidrelétrica do mundo e 100% brasileira foi inaugurada em novembro de 2019 na bacia do Rio Xingu, no norte do Pará. O projeto da obra, operado pelo Consórcio Norte Energia S.A. estava inserido no PAC (Plano de Aceleração de Crescimento) – programa do governo federal estabelecido em 2007 que visa à implementação de grandes obras de infraestrutura a fim de alavancar o desenvolvimento nacional analogamente a planos anteriores existentes. As grandes obras de infraestrutura no Brasil, em geral, mobilizam enormes porções do território com narrativas, sobretudo no que toca a questões de ordem técnico-econômicas, pautadas na construção de um bem coletivo: o desenvolvimento. O conflito entre este ideal e os povos nativos se dá no embate entre duas perspectivas distintas, no qual, comumente, há a sobreposição de uma sobre a outra em favor do progresso. Esta relação paradoxal, contrastante, é demonstrada também quanto ao significado acerca da noção de território. Para as populações tradicionais o território é o vivido, é plural, múltiplo: constitui a interação entre vivência e identificação com uma base geográfica, com o seu modo de vida, revelando relações afetivas e simbólicas que coexistem em um mesmo espaço. Segundo a lógica desenvolvimentista, a interpretação funcional do território é a predominante e está relacionada à dominação, propriedade e valor de mercado (HAESBAERT, 2007). Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar