Ampliar imagem | Tamanho original
Esta moradia situa-se na zona antiga da cidade, em Castelo Branco, votada a um crescente abandono nos últimos anos. Em resposta a essa tendência, esta intervenção pretendeu assumir contornos de arquétipo, tentando estabelecer uma tendência na ocupação urbanística da cidade: a revitalização urbana do centro histórico e a sua ocupação por estratos mais jovens, devolvendo a dinâmica a essa parte da cidade. Seguindo esta intenção, a intervenção consistiu em manter o aspecto original da moradia, pelo exterior, enquanto que, no interior, os espaços foram readaptados aos padrões de conforto e vivência actuais, sendo revestidos de uma minimalista contemporaneidade. Programaticamente a casa organiza-se em 2 pisos e mezanine, sendo o piso do r/c reservado aos espaços de descanso, por razões lumínicas, e os pisos superiores destinados a albergar as zonas sociais. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar