Eco Houses / Luís Rebelo de Andrade

Eco Houses / Luís Rebelo de Andrade

© Fernando Guerra | FG+SG© Fernando Guerra | FG+SG© Fernando Guerra | FG+SG© Fernando Guerra | FG+SG+ 7

Vila Pouca de Aguiar, Portugal
  • Equipe De Projeto:Luis Rebelo de Andrade, Diogo Aguiar, Raquel Jorge, Pedro Baptista Dias, Madalena Rebelo de Andrade
  • Projecto De Estruturas:Modular System
  • Projecto De Infraestruturas:Scarlety Engenharia
  • Construção:Modular System
  • Coordenação De Obra:VMPS - Eng. Vasco Portal
Mais informaçõesMenos informações
© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Descrição enviada pela equipe de projeto. As Eco Houses nascem de uma dupla raiz conceptual. Por uma parte, a rentabilização do Parque de Pedras Salgadas enquanto projecto de turismo hoteleiro, faz com que a opção de reabilitação do hotel existente ou a construção de um novo, se afigurasse um projecto tão lento como dispendioso.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Por outro lado, a própria organicidade do parque acaba por sugerir a implementação destes bungalows, de dimensões reduzidas face a um hotel convencional e de muito mais fácil dissimulação no arvoredo existente.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG
Planta e Elevação
Planta e Elevação
© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

A sua principal característica é a modularidade que possuem. Esta particularidade fundamental, transforma continuamente a experiência daquele que a habita. Qualquer das casas – compostas por entrada e casa de banho + sala de estar + quarto – permitia uma multiplicidade de disposições muito diversas, o que resultou na possibilidade de implementá-las sem que fosse necessário proceder ao corte de quaisquer das árvores existentes. Cada casa convive, aliás, com um conjunto específico de árvores e integra-se nesse ecossistema sem o perturbar. São casas que, em última análise, querem confundir-se com as árvores. Querem ser árvores.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Apesar de não distarem umas das outras – uma opção decorrente da necessidade de estabelecer uma atmosfera de segurança aos locatários – a versatilidade da estrutura permite pensar a relação entre espaço público e espaço privado com equilíbrio e justeza. Os módulos e os decks estão orientados de forma a não prejudicar a intimidade dos seus ocupantes. Recobertos com placas de ardósia, a sensação com que se fica é a de serem tão antigas e orgânicas como o próprio parque.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Eco Houses / Luís Rebelo de Andrade" 15 Mai 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/939675/eco-houses-tiago-rebelo-de-andrade> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.