Ampliar imagem | Tamanho original
No icônico bairro de Higienópolis, referência em edifícios modernistas de São Paulo, este projeto se destaca pela valorização do espaço e sua amplitude visual, pela luz natural, proveniente dos dois janelões na sala, e pela combinação de texturas e materiais selecionados para compor os ambientes. As paredes da sala e cozinha foram removidas, conectando os dois ambientes. O único fechamento criado em elemento vazado de concreto, faz a separação com uma divisão discreta que mantem a permeabilidade visual. Um dos quartos foi demolido e integrado à área social e recebe hoje a sala de TV. Para criar uma separação entre a salas de estar e TV, desenvolvemos um móvel feito com uma estrutura em vergalhões de ferro que recebeu prateleiras de madeira. Na parte de trás desta estante, um vidro aramado esconde a fiação dos aparelhos. A caixa do lavabo foi revestida com azulejos brancos, criando uma continuidade visual entre cozinha e sala de jantar. Tanto a suíte como a sala tinham pisos de taco de madeira em dois tons diferentes e foram raspados e restaurados. Nos banheiros, os azulejos de tons suaves criam a composição junto a madeira dos gabinetes e o cinza dopiso. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar