Cidades vazias: fotógrafos registram o impacto do COVID-19 no espaço urbano

Cidades vazias: fotógrafos registram o impacto do COVID-19 no espaço urbano

A pandemia do COVID-19 reformulou a vida urbana e também deixou muitas ruas e edifícios vazios à medida que as pessoas praticam o distanciamento social. Da Times Square em Nova Iorque à Place de la Concorde em Paris, fotógrafos estão registrando essas cidades vazias em um momento de tensão no mundo todo. O New York Times publicou recentemente uma matéria intitulada O Grande Vazio, mostrando um novo lado da vida urbana em cidades e espaços públicos de diferentes países. Mais recentemente, cinco fotógrafos foram contratados para registrar Roterdã, nos Países Baixos, durante a pandemia.

© Loes van Duijvendijk
© Loes van Duijvendijk

A Fundação Droom en Daad convidou Khalid Amakran, Loes van Duijvendijk, Willem de Kam, Geisje van der Linden e Marwan Magroun a fotografarem Roterdã durante a pandemia do COVID-19. Esses cinco fotógrafos foram incumbidos de registrar o impacto sem precedentes do coronavírus na cidade e seus habitantes.

A Fundação destacou que as medidas que foram tomadas para controlar o surto de coronavírus afetam a vida diária em todo o mundo de maneira profunda. Entre agora e maio de 2020, os cinco fotógrafos criarão dez imagens cada. Combinadas, a série oferecerá uma visão geral da situação atual da cidade. Quando concluído, o projeto será apresentado em uma publicação ou exposição. Posteriormente, as imagens farão parte da coleção dos Arquivos Municipais de Roterdã.

© Loes van Duijvendijk
© Loes van Duijvendijk

Segundo a Fundação, uma parte substancial do setor cultural é composta por freelancers. Eles geralmente têm reservas limitadas e, devido à pandemia do COVID-19, em muitos casos, sua sobrevivência financeira chegou a um impasse. Por isso, a Fundação Droom en Daad tem fechado contrato com freelancers do ramo da cultura, incluindo fotógrafos. Ao pedir que retratem Roterdã e seus habitantes durante este surto, a fundação busca, por um lado, garantir que esse período histórico seja devidamente registrado e, por outro, busca apoiar o trabalho de freelancers afetados pela atual crise.

Via Droom en Daad Foundation

Convidamos você a conferir a cobertura do ArchDaily relacionada ao COVID-19, ler nossas dicas e artigos sobre produtividade ao trabalhar em casa e aprender sobre recomendações técnicas de projetos para a saúde. Lembre-se também de checar os conselhos e informações mais recentes sobre o COVID-19 no site da Organização Pan-Americana da Saúde OPAS/OMS Brasil.

Sobre este autor
Cita: Baldwin, Eric. "Cidades vazias: fotógrafos registram o impacto do COVID-19 no espaço urbano " [Empty Cities: Photographers Capture COVID-19's Urban Impact Around the World] 28 Mar 2020. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/936318/cidades-vazias-fotografos-registram-o-impacto-do-covid-19-no-espaco-urbano> ISSN 0719-8906
Ler comentários

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.