Ampliar imagem | Tamanho original
O escritório CRA-Carlo Ratti Associati, juntamente com Italo Rota e uma equipe internacional de especialistas, desenvolveu o CURA (Unidades Conectadas para Doenças Respiratórias), uma espécie de módulo de terapia intensiva plugável para a pandemia de COVID-19. Um projeto de código aberto para hospitais em situação de emergência, a primeira unidade do projeto está atualmente em construção em Milão, Itália. Convertendo contêineres em módulos de terapia intensiva para combater o coronavírus, o CURA consiste em unidades de montagem rápida, móveis e seguras, que podem ser implementadas em diferentes partes do mundo. Cada contêiner conta com todo o equipamento médico necessário para dois pacientes em terapia intensiva, incluindo ventiladores e suportes de fluidos intravenosos.  Os módulos podem ser interconectados com uma estrutura inflável, criando diferentes configurações. Com efeito, alguns módulos podem ser instalados nas proximidades de hospitais, expandindo a capacidade da UTI. Visando ampliar a capacidade hospitalar na Itália, mas também em qualquer outro país que necessite, o CURA “segue os padrões dos hospitais construídos pelas autoridades chinesas, porém, é executado de forma ainda mais rápida”. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar