Ampliar imagem | Tamanho original
No ano passado, o Prêmio Mies van der Rohe foi outorgado a um projeto de reforma de um edifício de habitação social, trazendo à tona a relevância da reabilitação física e moral dos blocos habitacionais construídos no período do pós-guerra em praticamente todas as cidades da Europa. O Prêmio de Arquitetura Contemporânea Mies van der Rohe de 2019 foi entregue ao Lacaton & Vassal Architectes, Frédéric Druot e Christophe Hutin Architecture pelo projeto de restauro e reforma de três conjuntos habitacionais na cidade de Bordeaux, França. Por segunda vez consecutiva, o Prêmio Mies van der Rohe foi concedido à um projeto coletivo de reforma de edifícios de habitação social na Europa, marcando a relevância do tema para a prática projetual no cenário da arquitetura contemporânea européia. Em 2017, o Prêmio havia sido concedido à NL Architects e à XVW Architectuur pela reforma do Kleiburg, um dos maiores blocos habitacionais da Holanda com 500 unidades e mais de 400 metros de comprimento. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar