Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

MVRDV vence concurso para o Centro Internacional Shimao ShenKong em Shenzhen

MVRDV vence concurso para o Centro Internacional Shimao ShenKong em Shenzhen

O MVRDV acaba de ser escolhido como o grande vencedor do consumo de projetos para o Centro Internacional Shimao ShenKong na China, sobressaindo-se à uma seleta lista de outros vinte e sete finalistas. A proposta apresentada pelos arquitetos holandeses propõe a construção de um complexo de uso misto de mais de cem mil metros quadrados em pleno coração do Campus da Universiade de New Town, implantada no distrito de Longgang em Shenzhen.

© Atchain © Atchain © Atchain © Atchain + 8

Chamado de Shenzhen Terraces e desenvolvido para os incorporadores da Shimao Group, o projeto concebido pelo MVRDV – em parceria com o escritório holandês de paisagismo Openfabric – atuará como “um novo espaço de uso público para a região de Longgang, disponibilizando mais de cem mil metros quadrados distribuídos em vinte espaços programáticos diferentes, incluindo uma pequena galeria, uma biblioteca e um teatro à céu aberto.” Projetado para atender os mais altos padrões de sustentabilidade na China, o complexo desenvolvido pelo MVRDV será parte integral do plano diretor do bairro universitário existente, promovendo uma variedade de novos usos e atraindo uma infinidade de novos moradores e visitantes para a região.

© Atchain
© Atchain

Deste o início dos anos 1970, a cidade de Shenzhen passou por um processo de crescimento sem precedentes, transformando-se em uma das maiores e mais vibrantes cidades da China do século XXI. Em situações como essa, onde cidades são criadas praticamente do dia para a noite, é essencial que os processos de urbanização considerem também a criação e manutenção dos espaços públicos existentes e principalmente, a proteção de boa parte de suas paisagens naturais. Consciente disso, o projeto do Centro Internacional Shimao ShenKong procura se firmar como um exemplo para futuros projetos de urbanização de grandes áreas em cidades como Shenzhen. O nosso principal objetivo é criar um espaço de uso público que incentive os moradores e visitantes à estarem do lado de fora, a conviver e se relacionar com a paisagem do Campus e também com as outras pessoas – um novo e vibrante centro para Shenzhen. - Winy Maas, sócio fundador da MVRDV.

© Atchain
© Atchain

Contrastando fortemente com os arranha-céus que dominam o skyline da cidade, a proposta apresentada pelo MVRDV consiste em uma série de edifícios de linhas horizontais e formas orgânicas. Jardins e platôs foram criados para dar forma a uma nova geografia urbana, um projeto capaz de aproximar arquitetura e paisagem. Como um novo bairro sustentável, o projeto favorece à acessibilidade em todas as escalas e estará profundamente integrado ao sistema de transporte público municipal. “O maior dos edifícios do Centro Shimao ShenKong, é uma estrutura que contém, entre outras coisas, um terminal de ônibus e um centro de exposições e empreendedorismo. Ele foi esculpido de fora para dentro, criando um generoso átrio aberto e acessível”. De forma a criar diferentes hierarquias de circulação, uma praça elevada foi concebida para integrar os edifícios do complexo à malha urbana de Shenzhen, a qual conta com uma série de pontes e passarelas que permitirão formar um percurso contínuo ao longo do Centro.

© Atchain
© Atchain

Com foco na sustentabilidade, o projeto foi desenvolvido à partir de um sistema construtivo em concreto reciclado, contando ainda com sistemas fotovoltaicos para a produção de energia limpa além de muita área verde, um micro-clima próprio capaz de “controlar a temperatura e a umidade no local, estimular a biodiversidade além de proporcionar uma maior permeabilidade, captando e filtrando a água da chuva para a reutilização, minimizando a dependência dos sistemas de abastecimento de água e o impacto nas redes públicas de drenagem.” Concebidos para acolher diferentes funções, os grandes platôs ou terraços cobertos operam como beirais que protegem os espaços interiores da incidência direta dos raios de sol, criando uma zona de amortecimento e transição entre o interior e o exterior. Sua forma irregular e orgânica acaba com criar conexões imprevistas entre diferentes pavimentos e programas, acolhendo pequenos espaços programáticos ao ar livre como auditórios e praças além de facilitar a orientação dos usuários, destacando os principais acessos e programas.

  • Projeto: Shenzhen Terraces
  • Localização: Shenzhen, China
  • Ano: 2019
  • Cliente: Shenzhen Shimao Xin Li Cheng Industry Co., Ltd.
  • Área e Programa: 95,000 m2 uso misto
  • Arquitetura: MVRDV
  • Sócio responsável: Winy Maas
  • Diretor: Gideon Maasland
  • Diretor de projeto: Gijs Rikken Equipe de projeto: Sanne van Manen, Irgen Salianji, Shengjie Zhan, Luca Beltrame, Katarzyna Maria Ephraim, Cas Esbach, Hengwei Ji, DongMin Lee, Yannick Macken, Giuseppe Mazzaglia, Siyi Pan, Sen Yang, Jiani You, Daan Zandbergen
  • Paisagismo: Openfabric Cost Calculation: Shanghai Xinyuan Construction Engineering Consulting Co., Ltd

Galeria de Imagens

Ver tudo Mostrar menos
Sobre este autor
Cita: Harrouk, Christele. "MVRDV vence concurso para o Centro Internacional Shimao ShenKong em Shenzhen" [MVRDV Wins Competition to Design the Mixed-Use Shimao ShenKong International Center in Shenzhen, China] 27 Mar 2020. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/936232/mvrdv-vence-concurso-para-o-centro-internacional-shimao-shenkong-em-shenzhen> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.