Ampliar imagem | Tamanho original
Um dos cernes do pensamento urbanístico é, e foi historicamente, o planejamento dos grandes equipamentos e infraestruturas de transporte nas cidades. Esses são projetos que lidam com uma diversidade de aspectos de um programa que, em geral, responde a demandas coletivas no espaço público, e por isso costumam ser construções de grande escala para amparar grandes fluxos de circulação e funcionar como verdadeiros articuladores das formas de se deslocar no espaço urbano. A hipótese fica mais certeira quando o programa desses projetos refere-se a estações conhecidas como multi ou intermodais, ou seja, que contemplam mais de uma modalidade de meio de transporte. Trens, ônibus, metrôs, até mesmo aviões e meios aquáticos dividem o espaço de suas operações e formam parte de edifícios que contribuem para a otimização dos trajetos cotidianos de seus usuários. Separamos a seguir uma seleção de projetos de estações multimodais em vários países que mostram diferentes abordagens a esse programa que combina transporte e infraestrutura urbana. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar