Ampliar imagem | Tamanho original
A ideia de "verdade dos materiais" é uma máxima cultivada no âmbito da arquitetura como forma de preservar a possibilidade de compreensão e funcionamento das partes que compõem os edifícios. Embora remonte ao momento em que o discurso moderno era protagonista para o norte do fazer prático, esse partido se mantém em diversas propostas até hoje pelas mais diversas razões, desde a referência à continuidade essa ideia, até as possibilidades expressivas que manter os materiais de forma bruta pode representar para os ambientes construídos. Mas não é só nos edifícios que os materiais deixados à vista de forma natural figuram, eles também podem ser um fator de interesse para o desenho de mobiliários que compõem os espaços, já que também representam uma infinidade de explorações em termos de opções de textura, cor e, evidentemente, materialidade. Separamos a seguir um conjunto de exemplos de mobiliários construídos a partir dessa premissa que ocupam os mais diversos programas e cômodos em diferentes tipos de construção. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar