Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Playgrounds internos: arquitetura lúdica em casa

Playgrounds internos: arquitetura lúdica em casa

Embora saibamos o quão importante é permitir a presença de crianças em espaços públicos e externos, é difícil negar que há poucas cidades preocupadas em oferecer ambientes preparados para crianças; espaços seguros e dignos que lhes permitam experienciar o urbano e, assim, tornarem-se cidadãos conscientes da vida comunitária. É também compreensível que, cada vez mais, as famílias criem momentos de lazer nos espaços internos, dando aos filhos a liberdade e a segurança necessárias.

Neste artigo, selecionamos 11 exemplos incríveis que demonstram como a arquitetura de interiores pode ajudar a criar espaços de recreação para meninos e meninas de todas as idades, ajudando-os a dar os primeiros passos neste mundo com maior autonomia e confiança.

© Studio Bauhaus, Ryuji Inoue. ImageJardim de Infância SP / HIBINOSEKKEI + Youji no Shiro © Adam Mørk. ImageJardim de Infância Frederiksvej / COBE © Hey! Cheese. ImageLego Play Pond / HAO Design © Janez Marolt Photography. ImageJanez Marolt Photography + 12

Dormir e Brincar / Ruetemple

Uma casa de veraneio para uma família com três crianças cujo partido inicial do projeto foi criar um espaço de "dormir e brincar" no sótão que abrigasse toda a família. Resume-se a uma estrutura composta por um pedestal (com cama e tapetes), dois níveis superiores e uma escada. Além de bastante estimulante para o brincar, o ambiente é seguro (por estar envolto de redes de proteção que em determinados pontos fazem parte da brincadeira também) e aconchegante devido à neutralidade da paleta de cores escolhida.

Cortesia de Ruetemple. ImageDormir e Brincar / Ruetemple
Cortesia de Ruetemple. ImageDormir e Brincar / Ruetemple

Caboolture GP Super Clinic / Wilson Architects

Este projeto mostra a inserção de espaços brincantes dentro de um ambiente hospitalar na Austrália.
Tirando proveito da abordagem "salotogênica" (termo vindo da sociologia médica), o conta com jardins verticais, viveiros de peixes e um átrio para promover uma sensação de cura e descanso, já que seus idealizadores acreditam que espaços cheios de luz proporcionam uma atmosfera orgânica e relaxante. Na área central da clínica destaca-se ambientes que podem se transformar em espaços divertidos e interativos, como pode-ser ver na foto abaixo. 

© Alex Chomicz. ImageCaboolture GP Super Clinic / Wilson Architects
© Alex Chomicz. ImageCaboolture GP Super Clinic / Wilson Architects

Lego Play Pond / HAO Design

O diferencial desta residência está em sua "ilha mágica" (assim nomeada por seus idealizadores) que separa o mundo real do imaginativo com o objetivo de criar possibilidades diversas para as crianças construírem, por si mesmas memórias, as de sua infância. O sofá azul redondo faz também uma analogia à uma piscina. A atmosfera lúdica do brincar  também se faz presente em elementos arquitetônicos como degraus de escada e gavetas. 

© Hey! Cheese. ImageLego Play Pond / HAO Design
© Hey! Cheese. ImageLego Play Pond / HAO Design

Escola Nía / Sulkin Askenazi

Escola infantil mexicana cujo projeto está todo organizado para permitir que as crianças se movimentem livremente entre os diferentes espaços internos repletos de oportunidades de brincar tanto no campo horizontal como no vertical. Além de ser funcional, sua marcenaria convida as crianças à escalarem suas paredes, descerem e subirem rampas e se balançarem.

© Aldo C. Gracia. ImageEscola Nía / Sulkin Askenazi
© Aldo C. Gracia. ImageEscola Nía / Sulkin Askenazi

Jardim de Infância SP / HIBINOSEKKEI + Youji no Shiro

Este projeto surgiu com o objetivo de reconstruir (após a destruição por um terremoto em 2011) um jardim de infância no leste japonês. O propósito principal do edifício era o de criar interiores que permitissem um livre brincar das crianças garantindo sua segurança física, e, ao mesmo tempo, as mantendo longe de riscos de radiação. Assim, criou-se um amplo corredor onde estão instalados equipamentos como grandes piscinas de água e de areia. Outra ideia curiosa foi a inserção de portas com dimensões diferentes, o que torna o desbravamento do espaço uma brincadeira bastante curiosa. 

© Studio Bauhaus, Ryuji Inoue. ImageJardim de Infância SP / HIBINOSEKKEI + Youji no Shiro
© Studio Bauhaus, Ryuji Inoue. ImageJardim de Infância SP / HIBINOSEKKEI + Youji no Shiro

Casa Starburst / HAO Design

Há muitas vantagens para os pais que trabalham em casa, mas só quem vive esse situação sabe o quão desafiador é cuidar das crianças sem perder o foco das obrigações profissionais. Os moradores desta residência na China optaram por morar num espaço que colaborasse com essa questão. O ambiente resultante é, ao mesmo tempo, tranquilo e silencioso para os pais trabalharem e estimulante e criativo para as crianças brincarem e desenvolverem sua imaginação. A segurança é assegurada pela distribuição do layout que posiciona o brincar ao alcance dos olhos de quem está no home office.

Casa Starburst / HAO Design. Image © Hey! Cheese
Casa Starburst / HAO Design. Image © Hey! Cheese

Jardim de Infância Frederiksvej / COBE

Trata-se de um jardim de infância dinamarquês cujo mote principal era o de simular uma pequena cidade para crianças, extrapolando, assim as barreiras de escala das escolas tradicionais.  A atmosfera de "cidade em miniatura" está presente na composição do edifício em 11 pequenos blocos em forma de casas levemente deslocadas umas das outras. Dentro do edifício principal da creche, espaços como cozinha, berçários e salas de jogos  são estruturados como se fossem casas dimensionadas para as crianças. Explorar o espaço com seus níveis e desníveis torna-se também parte da brincadeira, protegida por redes de segurança.

© Adam Mørk. ImageJardim de Infância Frederiksvej / COBE
© Adam Mørk. ImageJardim de Infância Frederiksvej / COBE

Paisagem para Brincar / Aberrant Architecture

Com inspiração nos célebres playgrounds de Aldo van Eyck, essa instalação mescla volumetrias de formas geométricas diversas e cores fortes, com o objetivo de incentivar a imaginação para a apropriação do espaço. Segundo seus idealizadores, é um espaço de brincar bastante convidativo para crianças e adultos de todas as idades.

© Lukasz Michalak. ImagePaisagem para Brincar / Aberrant Architecture
© Lukasz Michalak. ImagePaisagem para Brincar / Aberrant Architecture

Creche de tempo compartilhado Šmartno / Arhitektura Jure Kotnik

O núcleo central do edifício tem as cores do arco-íris e elementos diversos que estimulam o aprendizado dos números. Para incentivar a concepção artística foram instalados quadros negros. Há também um espaço mais reservado com almofadas para as crianças que querem se refugiar e terem seus momentos de reflexão individual. Destaca-se, em seu interior, um grande escorregador vermelho que funciona como elemento arquitetônico e também como alternativa mais divertida à escada, também colorida. Os idealizadores do projeto contam que "as crianças chegam a descer por ele de 10 a 20 vezes ao dia".

© Janez Marolt Photography. ImageJanez Marolt Photography
© Janez Marolt Photography. ImageJanez Marolt Photography

Instalação recria os playgrounds brutalistas de Londres

A instalação interativa é inspirada em diversos marcos da cidade nos quais os playgrounds de antigamente de concreto ofereciam às crianças paisagens abstratas abertas para incentivar seus jogos e brincadeiras diversas. Hoje esses playgrounds não existem mais por serem considerados inseguros. Assim, The Brutalist Playground  nasce como uma releitura especial que explora e enaltece o lúdico presente no brutalismo.

© Tristan Fewings / Getty Images for RIBA. ImageInstalação recria os playgrounds brutalistas de Londres
© Tristan Fewings / Getty Images for RIBA. ImageInstalação recria os playgrounds brutalistas de Londres

Jardim de Infância e Creche KM / HIBINOSEKKEI + Youji no Shiro

O edifício é rodeado por um pátio central intermediário e é constituído por uma rampa que conduz do térreo até a cobertura. Seus degraus e suas rampas internas contribuem para o movimento das crianças e as estimulam a explorarem não apenas o lado externo, como também cada espaço do ambiente interno da construção.

© Ryuji Inoue / Studio Bauhaus. ImageJardim de Infância e Creche KM / HIBINOSEKKEI + Youji no Shiro
© Ryuji Inoue / Studio Bauhaus. ImageJardim de Infância e Creche KM / HIBINOSEKKEI + Youji no Shiro

Galeria do Projeto

Ver tudo Mostrar menos
Sobre este autor
Cita: Audrey Migliani. "Playgrounds internos: arquitetura lúdica em casa" 29 Mar 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/933107/playgrounds-internos-como-a-arquitetura-pode-criar-espacos-brincantes> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.