Ampliar imagem | Tamanho original
Quarenta por cento da população mundial vive próxima à áreas litorâneas, em uma faixa de no máximo cem quilômetros de distância à partir da costa, sendo que dez por centro delas ocupam áreas apenas dez metros acima do nível do mar. Este é um dado importantíssimo a se considerar quando pensamos em como as mudanças climáticas podem afetar a vida nas cidades. Hoje em dia, estima-se que até 2050 o aumento dos níveis das marés e as recorrentes inundações possam custar anualmente mais de um trilhão de dólares às cidades litorâneas do mundo todo. Não podemos negar que a humanidade está chegando a um impasse, um momento onde nunca estivemos tão vulneráveis às consequências das mudanças climáticas. Pensando nisso, arquitetos e urbanistas têm o dever de procurar respostas e desenvolver projetos e sistemas resilientes que possam minimizar e até reverter os efeitos colaterais ocasionados por tais mudanças. Ao redor do mundo, centenas de cidades têm investido alto no desenvolvendo de planos de ação que visam conter o avanço do nível das marés assim como proteger seus habitantes em caso de eventos climáticos extraordinários - cada dia mais frequentes. A seguir, compilamos uma lista de nove projetos, os quais revelam diversas abordagens em diferentes escalas, estratégias inteligentes que percebem necessidade urgente uma oportunidade para desenvolver ferramentas de transformação social e regeneração do espaço urbano. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar