Ampliar imagem | Tamanho original
Há sentido em projetar parques verdes em cidades desérticas como Casablanca, Dubai ou Lima? A princípio sim, por que eles fornecem frescor e vegetação a seus cidadãos, no entanto, é necessário considerar o descarte dos ecossistemas característicos das regiões, além dos altos custos de manutenção e da constante luta pela disponibilidade hídrica. Por ocasião do concurso para o parque metropolitano no perímetro do Santuário de Pachacamac em Lima, conversamos com a doutora arquiteta e paisagista espanhola Miriam García García, fundadora do LandLab. García reconhece que o verde e o parque já são conceitos antiquados. "Parque é uma palavra tão estranha. O que de fato existem são projetos de paisagem", diz a ex diretora geral de Urbanismo e Organização do Território do governo autônomo de Cantabria, Espanha. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar