Ampliar imagem | Tamanho original
O Paraguai que conhecemos hoje já não é mais aquele de outrora, e assim como o país se transformou ao longo do último século, sua arquitetura passou por um radical processo de mudança durante os últimos cem anos. A herança cultural indígena do povo Guaraní esteve, por muito tempo, onipresente em todo território e como a principal referência na produção e organização do ambiente construído do país. Mais tarde, o colonialismo viria para transformar para sempre as relações entre o povo e seus assentamentos urbanos. Há alguns anos porém, este pequeno país latino-americano começou a redescobrir o seu próprio passado através de novas práticas de arquitetura, principalmente, em projetos de pequena escala. A paisagem construída paraguaia permaneceu relativamente subdesenvolvida até o final do século XVII devido a carencia de recursos minerais dedicados à construção civil. Quando a primeira geração de arquitetos do país começou a dar forma à primeira linhagem da arquitetura paraguaia no início do século XX, eles construíam edifícios a partir de uma relação quase simbiótica com a natureza e a paisagem, ao mesmo tempo em que introduziam novos elementos que definiriam a linguagem fundamental da arquitetura moderna paraguaia. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar